terça-feira, junho 20, 2017

TEMER SEPULTA AS REFORMAS


A fraqueza do governo Temer já se manifesta no comportamento de  sua base de apoio no Congresso. Na votação da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais  do Senado, os governistas contavam com a aprovação do relatório do senador Ricardo Ferraço , mas acabaram sendo derrotados por 10x9. É uma derrota sintomática, que acende o sinal amarelo para o próprio futuro das reformas. Como o País está praticamente sem governo, uma vez que o presidente passa a maior tempo se defendendo das acusações, é bem provável que os deputados e senadores , com a proximidade das eleições não queiram arriscar o seu futuro político aprovando reformas necessária, porém impopulares. As reformas foram geradas no governo Temer e poderão ser sepultadas por culpa exclusiva do presidente , que insiste em se manter no cargo. Tivesse um mínimo de grandeza, Temer já deveria ter renunciado, abrindo caminho para  aascensão ao poder, de forma indireta como manda a Constituição, de um político também favorável às reformas  e com força suficiente para levá-las adiante.

Nenhum comentário: