quarta-feira, julho 06, 2016

SUA HORA PASSOU

Em seu discurso de defesa perante a Comissão do Impeachment,  - que foi lido pelo advogado José Eduardo Cardozo, porque   a presidente   não teve a coragem de fazê-lo pessoalmente, - Dilma atacou várias vezes os que se colocaram a favor do impeachment. Foram chamados de chantagistas, farsantes, traidores embusteiros, mentirosos e golpistas. Ou seja, a presidente não caiu na real. Além de não apresentar nenhum fato novo além daqueles que foram repetidamente discutidos na comissão ao longo de dois meses, ela se colocou, mais uma vez,como uma vítima de um golpe liderado por um traidor que "não recebeu um voto sequer", deturpando o fato de  que Temer foi eleito numa aliança entre o PT e o PMDB. Por intermédio de Cardozo, Dilma prometeu que comparecerá no plenário para fazer a sua defesa, o que eu duvido. Melhor seria se ela desconfiasse que a sua presença na cena pública atrapalha o país. Se tivesse um desconfiômetro, talvez percebesse que sua hora passou. Seria muito mais digno, se é que lhe resta alguma dignidade, renunciar ao cargo.

Nenhum comentário: