segunda-feira, maio 02, 2016

POLÍTICA DA MOLECAGEM



POLÍTICA DA MOLECAGEM
A irresponsabilidade com que o PT tratou a coisa pública, durante seus sucessivos governos, poderá  se manifestar novamente quando o partido tiver que assumir a tarefa de fazer oposição ao  próximo governo. Já admitindo a inevitabilidade do afastamento de Dilma, os vermelhos já anunciam que não darão trégua a Temer. Além se fazer barulho no Congresso, pretendem convocar seus militantes para azucrinar a vida do país, o que, de certa forma, já começou a acontecer com os recentes bloqueios de rodovias por baderneiros a serviço do PT. Os chefes do partido, Lula e Dilma anunciam que viajarão  pelo país “denunciando” o que eles chamam de golpe. Recitarão a ladainha de sempre, “contra a elite, contra os neoliberais, contra a oposição”, ou seja, contra tudo e contra todos que se colocaram contra um governo que jogou a Constituição no lixo. Porque em  matéria de atuar  contra os interesses da sociedade ,o PT é imbatível.

Só para lembrar, Lula e sua turma se opuseram à   eleição que elegeu Tancredo Neves, não assinaram a Constituição de 1988, foram contra a participação no governo Itamar, votaram contra o  Plano Real, e se opuseram à Lei de Responsabilidade Fiscal. Apresentaram uma série de pedidos de impeachment contra Fernando Henrique, além de promover sequência interminável de greves, invasões de propriedades, patrocinadas com dinheiro público. Agora, pretendem fazer o mesmo, inviabilizando o  governo de Temer. Para decepção do PT, o Brasil mudou, a consciência cívica do cidadão ficou fortalecida após as grandes manifestações de rua. A população saberá distinguir a oposição feita com responsabilidade da pura molecagem praticada por baderneiros, a começar por aqueles que, como ex-presidentes, deveriam ser os primeiros a zelar pela ordem do Brasil.

Nenhum comentário: