segunda-feira, março 16, 2015

PROTESTO E CIVISMO




As manifestações de 15 de março foram uma aula de civismo marcada pela indignação. Indignação com o desgoverno  de  Dilma  Rousseff, protesto contra a corrupção, e uma clara demonstração de civismo, que levou às ruas milhões de brasileiros vestidos de verde e amarelo a demonstrar a sua preocupação com os rumos deste país.

Os governistas, adeptos do vermelho, tentaram diminuir o movimento – como se isso fosse possível – qualificando-o como “manifestação  da direita”. Não foi. Foi uma  contundente  manifestação contra os rumos que o país tomou nos últimos anos, contra a corrupção, a inoperância  do Congresso, o crescimento da inflação, a absurda carga tributária, as elevadas taxas de juros, e, para coroar, a roubalheira que tomou conta da Petrobras, outrora tida como uma empresa de respeito. Para muitos dos que protestavam, foi também um movimento pelo impeachment de Dilma Rousseff.

Esses milhões foram às ruas exigir que o Brasil seja passado a limpo,. Que o Judiciário, o Legislativo e o Executivo ajam com rapidez para colocar o país nos trilhos. Para isso, cabe ao Judiciário, em especial o STF, a tarefa de apressar o processo dos políticos acusados de corrupção; ao  Congresso, a urgente obrigação de expurgar a sua banda podre que coloca toda a instituição na lama; ao Executivo, o dever de apresentar à Nação, o mais depressa possível, um plano de governo que imponha a austeridade em seus quadros, metas factíveis de crescimento e alívio no bolso da sociedade.   

Os nossos políticos costumam se fazer  de surdos aos clamores da sociedade, mesmo os mais contundentes como os de ontem. Esperamos que dessa vez seja diferente porque a paciência do povo chegou ao fim.
160315

Nenhum comentário: