segunda-feira, julho 07, 2014

MAIS UMA BIZARRICE FEDERAL



  

MAIS UMA BIZARRICE FEDERAL

A Lei 13.006. proposta pelo senador Cristovam Buarque e sancionada pela presidente Dilma Roussef, é uma daquelas bizarrices em que o Estado interfere na vida do cidadão de maneira aleatória, sem nenhuma consulta e sem nenhum benefício efetivo para a sociedade. Vejamos: segundo a lei, será obrigatória, nas escolas de educação básica, a exibição de filmes nacionais, no mínimo, duas horas por mês.

De fato, a educação do Brasil está a merecer ampla e profunda reforma no conteúdo e na forma. Mas essa desejada reforma deve ser precedida de um sério debate  no qual  devem estar envolvidos principalmente especialistas no assunto. A educação brasileira, no estágio caótico em que se encontra,   não pode ficar a mercê de projetos partidários e vitimada   por propostas mirabolantes e demagógicas ,  sem nenhum sentido pedagógico, como essa. A propósito, por que apenas filmes nacionais? Por que não produções  de qualidade de outros países?

Isso sem falar na qualidade dos filmes que serão relacionados para a exibição. Sem preconceito, a produção cinematográfica nacional não prima pela qualidade. Ao contrário,  é grande  a safra de filmes com temática medíocre, nos quais  a violência gratuita, as cenas de nudez ou de sexo quase explícito,  e os palavrões correm solto. Seriam adequados ao público infantil e adolescente, que são os alvos da lei aprovada?
O que me deixa aliviado é que essa anomalia tem tudo para  não “pegar”.
Para o bem das crianças  do Brasil, é bom que realmente não pegue.
070714

Nenhum comentário: