segunda-feira, abril 21, 2014

AUSÊNCIA DE IDÉIAS



AUSÊNCIA DE IDÉIAS


Se o governo do PT não tem feito muito alem de se segurar no poder com unhas e dentes, a oposição – ou oposições, como queiram – pouco tem oferecido que faça o eleitorado se entusiasmar e investir nessa  alternativa de poder. Sobram discursos aos pré-candidatos do PSDB e PSB, mas faltam idéias, objetivos e valores que projetem uma imagem sobre o que seria o país sob o seu governo.

Dilma Rousseff e seus aliados cometem sucessivos equívocos, conduzem o Brasil  de forma claudicante , a um baixo crescimento econômico, agravado por uma crise energética e pelo aumento gradativo da inflação. Como se não bastasse, no plano ético o governo continua a ser questionado pela oposição que ataca pontualmente cada deslize, com insistentes pedidos de CPIs.

Enquanto isso, existe um grande universo de cidadãos que não se sentem representados por nenhum político ou partido na atual ordem política. Esses cidadãos reivindicam a ampliação do ambiente de liberdade econômica, social e política, a diminuição  da máquina estatal, com a conseqüente redução da carga tributária, a priorização dos recursos públicos para setores fundamentais, como educação, saúde, transporte e segurança, e uma urgente reforma política e no judiciário.

Por todos os erros cometidos no gerenciamento da economia, pelos pecados éticos, e pelo cansaço que gerou, o governo do PT parece ter esgotado o seu ciclo de poder. Tem se mantido no topo muito mais pelas práticas assistencialistas, que cria uma dependência eleitoral,  do que por uma ação governamental consistente no plano social.

Os pré-candidatos Aécio Neves, Eduardo Campos ( Marina Silva) têm potencial e experiência política, mas caminham fora de sintonia com a massa crítica, a maioria jovens que tem tomado as ruas a exigir um novo modelo de governo. Se quiserem desbancar o PT, terão que apresentar ao eleitorado um plano de resgate do Brasil e se comprometerem sinceramente com tal projeto.  
210414  

Um comentário:

Sergio A disse...

Tenho a impressão que infelizmente ficaremos mais alguns anos sob a ditadura dos petralhas. Aécio e o pernambucanos Eduardo Campos não me parecem candidatos de oposição. Fico pensando qual a diferença entre eles e o PT. Até mensalão eles tb tem.