segunda-feira, maio 14, 2012

O VISÍVEL E O SUBTERRÂNEO DA POLÍTICA


Convivem e se contrapõem,  em nosso país, duas formas de se fazer política: a primeira, visível, carregada de propósitos nobres e ideais virtuosos  se materializa nas eleições periódicas, no funcionamento dos parlamentos, dos executivos e dos tribunais de Justiça; a segunda, quase invisível, se traduz  na existência do caixa dois das campanhas, na compra de votos, no  sistemático desvio de recursos do Estado , no arraigado uso privado dos bens públicos, no permanente tráfico de influência. Enfim, no conjunto das variadas imoralidades  que fazem do Brasil um dos líderes mundiais da corrupção e da impunidade.

Os malfeitos de Carlos Cachoeira e suas ramificações no Judiciário, no Congresso, em alguns governos   estaduais  se constituem em  mais um entre tantos esquemas ilegais que assolam a nossa República. Caso gravíssimo, como atestam os diálogos revelados através   de escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal. Mas, infelizmente, não o primeiro nem único de igual ou maior gravidade.

O  senador Demóstenes Torres se constitui  no símbolo desse jogo de luz e sombra que permeia a política tupiniquim. A face visível, que agora sabemos ser um personagem criado pelo político, nos fazia crer na existência de um exemplo de honradez, inteiramente atuante na defesa do patrimônio público, na denúncia das mazelas, e na exigência de punição dos malfeitores. Em suma, uma peça rara na política brasileira e um cidadão acima de qualquer suspeita. A face oculta  do senador  revelou um político sem escrúpulos, subalterno aos interesses de  um contraventor  poderoso, e  dedicado  à defesa desses  interesses  no Senado.

Os lados visível e subterrâneo da nossa política freqüentemente  se misturam e se confundem, numa simbiose que acentua a fraqueza e a imperfeição da   democracia brasileira.
140512  

Um comentário:

Jaime A disse...

DEMOstenes estava sendo preparado pela direita para enfrentar o governo popular Lula+ Dilma em 2014> Que tragédia, hem?Agora a edireita a contragosto vai de Aécio ou Serra para perder mais uma vez,