segunda-feira, janeiro 17, 2011

RIO:OUTRA TRAGÉDIA ANUNCIADA E CONFIRMADA

Os vilões menos visíveis estão encastelados nos palácios e repartições públicas, em Brasília e nas capitais dos estados. São eles os responsáveis pela ausência de medidas de prevenção e pela falta de planejamento estratégico no sentido de evitar ou minorar os efeitos devastadores dos dilúvios de verão.
OUTRA TRAGÉDIA ANUNCIADA
Fenômenos naturais de grande intensidade, que resultam em catástrofes, ocorrem no mundo todo. Mas no Brasil costumam tomar proporções gigantescas devido ao acúmulo de erros humanos e sistemático processo de agressão à natureza. Foi o que aconteceu na Região Serrana do Rio de Janeiro, na última semana. Tragédias humanas resultantes dessas catástrofes ficam restritas a países em que a incúria governamental é acompanhada da deseducação da população. Infelizmente,é esse o caso do Brasil.

"Abençoado por Deus, e bonito por natureza",o nosso país é privilegiado pela ausência da maioria dos cataclismos naturais que costumam flagelar outros países. Aqui inexistem terremotos, furacões, tufões, nevascas. Mas os temporais de verão costumam deixar um gigantesco rastro de destruição e morte. E isso tem acontecido a, pelo menos, cinco décadas, ou seja, desde o início da do processo de urbanização acelerada na década de 60.


Os especialistas, ao examinarem as causas do fenômeno, costumam convergir em alguns pontos: a ocupação desordenada dos morros, encostas e margens de rios e córregos; a impermeabilização do solo pelo asfalto e pelo concreto das edificações; o acúmulo de lixo nas calçadas e ruas são os vilões visíveis da tragédia.


Os vilões menos visíveis estão encastelados nos palácios e repartições públicas, em Brasília e nas capitais dos estados. São eles os responsáveis pela ausência de medidas de prevenção e pela falta de planejamento estratégico no sentido de evitar ou minorar os efeitos devastadores dos dilúvios de verão.


Ano após ano. quando se dão ao trabalho de vir a público, nossos governantes têm se limitado a culpar São Pedro " pelo excesso de chuva" e a anunciar a liberação de migalhas do orçamento que, na maioria dos casos, são insuficientes para a reconstrução das áreas afetadas e recuperação das perdas. Não fosse a dedicação solidária de entidades civis e da população em geral, como acontece agora em relação às vítimas da tragédia que assola a Região Serrana do Rio, a dor e o sentimento de perda seriam muito maiores.


Enquanto isso, a presidente Dilma Rousseff, refém das exigências dos partidos aliados, além de manter os ministérios do governo anterior, cria alguns outros. Pelo menos uma dezena deles se mostram totalmente inúteis. Afinal, qual a razão da existência de ministérios e secretarias com status de ministério como os da Pesca , Turismo,Direitos da Mulher, Juventude, Igualdade Racial? Para que serve o ministério das Cidades?


Não seria mais lógico trocar tantas inutilidades por um ministério que execute políticas de prevenção, coordene ações de defesa civil e planeje políticas efetivas no campo da urbanização, moradia, ocupação do solo e educação ambiental? Com a palavra, a presidente Dilma Rousseff, senadores e deputados federais.
170111

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns. Vc foi direto e preciso no seu comentário.

Saulo disse...

Fernando, demoraram vinte anos para subir nos morros e combater o tráfico. Não temos políticos com coragem para enfrentar os grnades problemas. Os caras so pensam em defender os deles, a população que dse dane.

Anônimo disse...

Those who bound to to the official faiths demand that the say-so of their obedience rests on expos‚, and that publication is confirmed in the pages of books and accounts of miracles and wonders whose disposition is supernatural. But those of us who have desire discarded the assent in the magical still are in the presence of revelations which are the purpose of faith. We too entertain our revealed religion. We from looked upon the lineaments of men and women that can be to us the symbols of that which is holy. We enjoy heard words of sacred reason and facts in fact oral in the vulnerable voice. Out of the quarter there have come to us these experience which, when accepted, donate to us revelations, not of supernatural doctrine, but of a unexceptional and assured credence in the spiritual powers that motivate and dwell in the center of [a yourselves's] being.

Anônimo disse...

I love blogdofasoares.blogspot.com! Here I always find a lot of helpful information for myself. Thanks you for your work.
Webmaster of http://loveepicentre.com and http://movieszone.eu
Best regards