segunda-feira, maio 24, 2010

VÍTIMA DA ESPERTEZA


Uma parte significativa dos políticos pratica a esperteza, na crença de que a sociedade é constituída basicamente de idiotas. O que aconteceu no Congresso por ocasião da votação do projeto Ficha Limpa exemplifica bem essa esperteza que, ao final, mutilou o espírito inicial da proposta. Por sinal, esta veio a merecer a atenção dos parlamentares porque chegou ao Congresso respaldada por 1,5 milhão de assinaturas, e porque estamos num ano eleitoral. Em outra ocasião, teria merecido o solene desprezo da maioria.

Aprovado em ambas as Casas, só o foi em virtude de dois golpes sutis que alteraram o seu teor original, mas não chegaram a prejudicar sua essência. O primeiro golpe ocorreu na Câmara, quando ficou estabelecido que somente estivessem inelegíveis os candidatos condenados em segunda instância por órgão colegiado da Justiça. A proposta inicial era a da inelegibilidade de condenados em primeira instância.

O segundo golpe ocorreu no Senado. O senador Francisco Dornelles trocou a expressão “ os que tenham sido condenados” por “os que forem condenados” e abriu a porta para que políticos de ficha suja , com condenação em segunda instância, como o deputado Paulo Maluf, possam concorrer neste ano. Não por coincidência, o senador e o deputado pertencem ao mesmo partido, o PP.

Deputados e senadores comemoraram a aprovação do projeto como uma grande vitória do Congresso. Não foi. Não fizeram mais do que o dever e ainda devolveram à sociedade um projeto modificado e vitimado pela esperteza e pelo espírito corporativo. O Congresso deve continuar sob marcação cerrada, pois falta muito para que atinja os padrões mínimos de eficiência e honestidade que dele esperamos.
240510

3 comentários:

Anônimo disse...

Cl aro que os "Fichas Sujas", já cuidaram de deformar o Projeto do "Ficha Limpa", alterando sua redação, e apresentando emendas de má fé como a do Francisco Dornellas que vai livrar a cara de muitos políticos corruptos. O simples texto: "Tramitado e Julgado" já coloca todos os deputados com "Ficha Limpa".

Alguém no Brasil conhece algum político brasileiro que tenha sido julgado e condenado? Pelo que sei, somente Paulo Maluf.

Rosena disse...

Fernando - Por essas e outras que eles correram pra votar, po que acaba nao atingindo ninguem, vai ficar tudo como esta, a justica brasileira e uma bagunca total. So pune pobre que fica na cadeia aguadando anos e anos

Ildo disse...

Uma farsa. Uma grande parte dos políticos estão sendo processados. Como no Brasil a Justiça tarda e falha, são pouquissimos os que serão pegos por estalei feita para enganar o povão.