quinta-feira, setembro 04, 2008

A REPÚBLICA GRAMPEADA

Mais uma vez Lula afirmou que desconhecia o que se passava sob o seu nariz, pois a ABIN é um órgão de assessoramento direto do Presidente da República. Tenta com isso, a exemplo de ocasiões anteriores, sair ileso de mais uma crise sobre a qual tem responsabilidade direta. Prefere continuar a representar o papel de tolo e incompetente do que assumir o de arquiteto de um governo corrupto com tendências autoritárias. Menos mal: é preferível um presidente néscio a um ditador embrionário. A pronta ação de Gilmar Mendes, vítima do grampo da ABIN, fez Lula afastar toda a diretoria do órgão.
A REPÚBLICA GRAMPEADA

As recentes ações da Polícia Federal, e a revelação de que a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) vinha monitorando autoridades dos Três Poderes são preocupantes.Nos dois casos, não fosse a pronta ação do Supremo Tribunal Federal ( STF), em especial do seu presidente, e a, digamos, excessiva liberalidade com que vinham agindo poderia ganhar a dimensão de uma bola de neve a rolar montanha abaixo, colocando em risco as próprias instituições republicanas.

Primeiro foram as operações espetaculosas da PF, a investigar, invadir, prender e algemar cidadãos de colarinho branco, suspeitos de participação em esquemas fraudulentos e em quadrilhas criminosas. Quando tais ações, geralmente batizadas com nomes cinematográficos, começaram a ultrapassar os limites da legalidade, foi preciso o STF recolocar as coisas nos trilhos da Lei: primeiro, quando o presidente Gilmar Mendes concedeu por duas vezes habeas corpus ao banqueiro Daniel Dantas, e, depois, quando o plenário do Tribunal considerou ilegal o uso indiscriminado de algemas, tal como vinha sendo praticado pela PF.

Agora foi revelado que o presidente do Supremo, o presidente do Senado e alguns senadores da oposição estavam sendo vítimas de escutas telefônicas praticadas pela ABIN, órgão que constitucionalmente tem a função de abastecer à Presidência da República e o Ministério da Defesa com informações sigilosas relativas à segurança nacional. Até onde se sabe, são desconhecidos os riscos que figuras como Gilmar Mendes, Garibaldi Alves e Demóstenes Torres – três dos “grampeados” – representariam para a segurança do País. Somente depois da grande repercussão do caso na mídia, e pressionado pela ação de senadores e de ministros do STF,é o presidente Lula decidiu afastar toda a diretoria do órgão de inteligência, o que não foi muito, diante da dimensão e da gravidade do fato.

Mais uma vez Lula afirmou que ignorava o que se passava sob o seu nariz, pois a ABIN é um órgão de assessoramento direto do Presidente da República. Tenta com isso, a exemplo de ocasiões anteriores, sair ileso de mais uma crise sobre a qual tem responsabilidade direta. Prefere continuar a representar o papel de tolo e incompetente do que assumir o de arquiteto de um governo corrupto com tendências autoritárias. Menos mal: é preferível um presidente néscio a um ditador embrionário.

Pior seria se todas estas ações de cunho arbitrário tivessem não só o seu conhecimento, como estivessem sendo executadas sob o comando e a coordenação do Planalto no sentido de minar a credibilidade nas instituições democráticas, enfraquece-las e abrir caminho para a hipertrofia do poder presidencial.Por isso, esperamos que o Congresso, o Ministério Público e a Justiça ajam no sentido de esclarecer tudo.
040208

7 comentários:

discordando do artigo disse...

Quem pode autorizar um grampo em telefone de um ministro do STF? Resposta: o próprio STF, por um de seus membros. Sabe quando a ABIN ou a PF obteriam uma autorização para isso? Resposta: no dia de "são nunca", à tarde.
Todos são iguais perante a lei (mentira pura, sabemos) e, portanto, os membros do STF não podem estar envoltos numa "redoma de aço", inatingíveis.
O STF pode autorizar o grampo em telefones das mais altas autoridades dos outros dois poderes da República, e fica sujeito à sua própria autorização para ser investigado. Pode? Resposta: um absurdo, mas pode sim; é o que até agora vigora.
Enquanto isso, embora também absurdo, até que se delegue a um outro poder da República a prerrogativa de autorizar o grampo telefônico no STF o grampo ilegal é legal para a sociedade brasileira.
Nem de longe queremos insinuar que as autoridades do STF, especialmente o ministro Gilmar Mendes - que fique bem claro! -, usem os aparelhos telefônicos "públicos", postos a sua disposição para uso no desempenho de suas funções, faça uso dos mesmos para tratar de assuntos escusos. O que queremos dizer é que devem estar sujeitos aos mesmos mecanismos de investigação aplicáveis aos demais mortais brasileiros.

cristiano garcia disse...

Voce está surpreso com esse festival do grampo e arapongagem aqui na terra da Veracruz? Não se espante meu caro. Deixe a exclamação para fatos mais tenebrosos, obscuros, nebulosos etc, que pululam abundantes em nossa pátria.Num país onde apenas miseráveis, pobres, e afins, vão para a cadeia e são punidos com a lei, não me espanto com mais nada. Mas acho engraçado ver esse monte de gente fina protestando contra a grampeagem.
Como dizia minha avó: quem não deve, não teme.
Mas na verdade temer o que? num país onde o dinheiro compra tudo...

Anônimo disse...

PERFEITO, FERNANDO SOARES!

Só faltou um pouco mais de realidade: usam grampo pra chantagear opositores - fazendo tipo Gestapo de Hitler - mais nunca grampearam os ladrões do PAC, do Mensalão, das infiltrações da máquina pública. Mentiras, chantagem, roubos, uso indevido das Instituições, cobrança de impostos cada vez mais altos, gastos desnecessários e sem custo benefício, desrespeito total
às leis,etc...isso é o governo do Mulla-Alcolatra-PTóquio e seu bando.

Num dia falam mentiras que só um analfabeto e mentiroso pode falar, no outro os fatos desmentem...

Anônimo disse...

_"Aluno pergunta ao professor.'O senhor sabe como se capturam porcos selvagens?'O professor achou que se tratava de uma piada e esperava uma resposta engraçada.O jovem disse que não era piada.'Você captura porcos selvagens encontrando um lugar adequado na floresta e colocando algum milho no chão. Os porcos vêm todos os dias comer o milho de gratuito. Quando eles se acostumam a vir todos os dias, você coloca uma cerca mas só em um lado do lugar em que eles se acostumaram a vir. Quando eles se acostumam com a cerca, ele voltam a comer o milho e você coloca um outro lado da cerca. Mais uma vez eles se acostumam e voltam a comer. Você continua desse jeito até colocar os quatro lados da cerca em volta deles com uma porta no último lado. Os porcos que já se acostumaram ao milho fácil e às cercas, começam a vir sozinhos pela entrada. Você então fecha a porteira e captura o grupo todo.' -'Assim, em um segundo, os porcos perdem sua liberdade. Eles ficam correndo e dando voltas dentro da cerca, mas já foram pegos. Logo, voltam a comer o milho fácil e gratuito. Eles ficaram tão acostumados a ele que esqueceram como caçar na floresta por si próprios, e por isso aceitam a servidão'. O jovem então disse ao professor que era exatamente isso que ele via acontecer neste país.O governo ficava empurrando-os para o comunismo e o socialismo e espalhando o milho gratuito na forma de programas de auxílio de renda, bolsas isso e aquilo, impostos variados, estatutos de "proteção", cotas para estes e aqueles, subsídio para todo tipo de coisa, pagamentos para não plantar, programas de "bem-estar social", medicina e medicamentos "gratuitos", sempre e sempre novas leis, etc, tudo ao custo da perda contínua das liberdades, migalha a migalha.O milho estão colocando há tempos; as cercas estão sendo colocadas, aos poucos, e quando menos se espera, PRONTO, trancam a porteira..."(Divulgada na internet)

Anônimo disse...

_"Aluno pergunta ao professor.'O senhor sabe como se capturam porcos selvagens?'O professor achou que se tratava de uma piada e esperava uma resposta engraçada.O jovem disse que não era piada.'Você captura porcos selvagens encontrando um lugar adequado na floresta e colocando algum milho no chão. Os porcos vêm todos os dias comer o milho de gratuito. Quando eles se acostumam a vir todos os dias, você coloca uma cerca mas só em um lado do lugar em que eles se acostumaram a vir. Quando eles se acostumam com a cerca, ele voltam a comer o milho e você coloca um outro lado da cerca. Mais uma vez eles se acostumam e voltam a comer. Você continua desse jeito até colocar os quatro lados da cerca em volta deles com uma porta no último lado. Os porcos que já se acostumaram ao milho fácil e às cercas, começam a vir sozinhos pela entrada. Você então fecha a porteira e captura o grupo todo.' -'Assim, em um segundo, os porcos perdem sua liberdade. Eles ficam correndo e dando voltas dentro da cerca, mas já foram pegos. Logo, voltam a comer o milho fácil e gratuito. Eles ficaram tão acostumados a ele que esqueceram como caçar na floresta por si próprios, e por isso aceitam a servidão'. O jovem então disse ao professor que era exatamente isso que ele via acontecer neste país.O governo ficava empurrando-os para o comunismo e o socialismo e espalhando o milho gratuito na forma de programas de auxílio de renda, bolsas isso e aquilo, impostos variados, estatutos de "proteção", cotas para estes e aqueles, subsídio para todo tipo de coisa, pagamentos para não plantar, programas de "bem-estar social", medicina e medicamentos "gratuitos", sempre e sempre novas leis, etc, tudo ao custo da perda contínua das liberdades, migalha a migalha.O milho estão colocando há tempos; as cercas estão sendo colocadas, aos poucos, e quando menos se espera, PRONTO, trancam a porteira..."(Divulgada na internet)

Renato disse...

O primeiro comentário acima é rizível. O sujeito que se intitula "discordando do artigo" não entende nada do funcionamento da democracia. Peço a ele que leia e se informe mais antes de sair escrevendo asneiras.

Anônimo disse...

Guerreiros das Sombras do Diabo Satalinista.
GUERREIROS DAS SOMBRAS DA MALDADE. Nas sombras não há guerreiros, pois nas sombras vivem o mal e o mau (Mau é antônimo de bom. Mal é antônimo de bem). Cristo e Gandi, guerreiros da paz e do amor, enfrentaram os poderosos a luz do dia e venceram, sem armas. Qualquer guerreiro mostra a cara. Qualquer homem mau se esconde covardemente nas sombras para estabelecer o conflito e a maldade, e fugir do enfrentamento e de ser reconhecido. A natureza das coisas, lei universal, não os deixará triunfar. O mundo é do bem! A lei, produzida e evoluída ao longo dos últimos séculos, que nos deu o Estado Democrático do Direito, não aceita e nem pode aceitar essas agressões nazistas de agentes ditos da lei – estabelecida na operação Satiagraha. O povo brasileiro não merece esse lixo de stalinistas sindicalistas vagabundos aloprados. Concordo também quando alguém aqui já disse que essa operação é um revachismo do Lulla, pois ele declarou o Dantas como inimigo (não quis contribuir pra caixinha dos PTralhas antigamente) – e também serve pros PTralhas atacar ricos com chantagem para tirar-lhes gordas contribuições (querem enriquecer com o dinheiro dos outros ou num popular chulo: querem gozar com o pau dos outros). Todos tinham autorização do Lulla, pois uma operação gigante por mais que aja na sombra, tem que ser autorizada pelo diabo em pessoa.