quinta-feira, julho 03, 2008

COLÔMBIA NO CAMINHO CERTO


Ao conseguir a libertação de Ingrid Betancourt, Uribe provou o acerto de sua política de endurecimento contra o terror, reafirmou a sua enorme popularidade interna –mais de 80% dos colombianos apóia seu governo -, aumentou o seu prestígio internacional e assegurou à Colômbia o direito de viver em paz, apesar dos gigantescos problemas que ainda marcam a sua vida econômica e social.

COLÔMBIA NO CAMINHO CERTO

O resgate de Ingrid Betancourt e mais 14 reféns do cativeiro das Farc, numa operação precisa do Exército Nacional Colombiano, se constituiu num duro golpe no exército de narcotraficantes sob o manto de guerrilheiros políticos que controla uma parte do território colombiano. Em particular, constituiu-se numa vitória do presidente Álvaro Uribe em sua contínua luta contra o terrorismo de esquerda.

Desde o início de seu governo , e colocando em prática o principal compromisso de sua campanha eleitoral, Uribe, ao contrário de seus antecessores no cargo , promoveu um combate duro e sem tréguas contra as Farc, enfrentando inclusive a falta de solidariedade de governantes de vizinhos.De fato, o colombiano, em que pese o apoio recebido dos Estados Unidos, teve que assistir as declarações de simpatia e o apoio financeiro e logístico da Venezuela e do Equador aos terroristas. Isto porque na América Latina, guerrilheiros de esquerda ainda mantêm aquela aura de heróis míticos, defensores dos pobres e dos oprimidos contra as malvadezas do imperialismo norte americano.

Esse discurso, que parecia sepultado com os escombros do muro de Berlim, ressuscitou na América nas vozes de uma nova geração de líderes populistas e autoritários dos quais Hugo Chavez da Venezuela é o principal representante.Essa aura mítica que colocou no altar da santidade figuras como Fidel Castro e Che Guevara, ainda está muito presente e é a responsável pelo desprezo que o governo de Uribe desperta em muitos setores.

Entretanto, os narco-guerilheiros colombianos com a sua sistemática prática de seqüestros, assassinatos, torturas e tráfico de drogas mostrou a verdadeira face dessa gente. O martírio da senadora Ingrid Betancourt, ex-candidata à presidência do país, revelada numa fotografia, agora famosa, onde ela aparece esquálida e deprimida, teve o mérito de despertar o mundo para o drama das pessoas em poder dos criminosos colombianos, e chamar a atenção de todos para a extensão dessa chaga incrustada em plena território sul-americano.

A morte do sub-comandante das Farc, Raúl Reyes, em território equatoriano, e a revelação da verdadeira extensão do apoio da Venezuela aos terroristas, foram dois golpes contundentes nas pretensões dos terroristas, e os conduziram, ao que tudo indica, para um gradativo enfraquecimento. Tal constatação foi o que levou Chávez a patrocinar uma demagógica libertação de prisioneiros, numa frustrada tentativa de mostrar uma (ainda inexistente ) face conciliadora do movimento armado, e também como forma de aumentar o seu próprio prestígio como principal líder das esquerdas na América Latina.

Na verdade, Chávez e Correa (Equador), principais aliados das Farc, começam a reconhecer a inviabilidade dos métodos violentos e passam a propor a deposição das armas e a inserção dos atuais adeptos da guerrilha no processo institucional da Colômbia sob a forma de partido político. É o reconhecimento antecipado da derrota inevitável.

Ao conseguir a libertação de Ingrid Betancourt, Uribe provou o acerto de sua política de endurecimento contra o terror, reafirmou a sua enorme popularidade interna –mais de 80% dos colombianos apóia seu governo -, aumentou o seu prestígio internacional e assegurou à Colômbia o direito de viver em paz, apesar dos gigantescos problemas que ainda marcam a sua vida econômica e social. O temor de muitos- e isso não pode ser descartado - é que o sucesso atual lhe suba à cabeça e faça com que ele, através de um golpe branco, prorrogue o seu mandato e tente se perpetuar no poder. Afinal , na América Latina tudo é possível.
030708

11 comentários:

edison disse...

A libertação de Ingrid Betancourt é uma vitória da democracia, que sirva para por fim de uma vez por todas a essa guerra de mais de 40 anos e que estimule governo e Farc a negociar a libertação de todos demais reféns.
O que é lamentável é a exploração política do feito por Uribe, um presidente com ambições de se perpetuar no poder quase tão grandes quanto as Chavez, com o agravante de ser assumidamente corrupto e bancado por traficantes e paramilitares (seu padrinho, o procurado n.1 pelo FBI, foi preso em 2007). Não é a toa que mesmo com as vitórias sobre as Farc a quantidade de droga produzida no país aumentou em quase 30% no ano passado. Uribe não tem compromisso algum com o combate às drogas e até os EUA sabem disso e por isso têm tomado a dianteira das ações policiais no país.

Anônimo disse...

As chamadas esquerdas devem estar muito tristes hoje.Eles que adoram Gulag, paredons, sequestros, fuzilamentos, devem estar muito tristes com a perda de seus prisioneiros.

andrade disse...

Inteligência do exército colombiano que se infiltrou aos guerrilheiros e conseguiram libertar mais 14 reféns sendo a senhora Betancourt a mais importante. Parabéns ao exército colombiano e ao governo pois souberam valorizar a inteligência apesar de governantes falantes terem tentado ganhar reconhecimento internacional interferindo e até municiando e dando abrigo aos guerrilheiros. Tomara que este resgate se torne o verdadeiro princípio do fim da guerra na Colombia.Fernando, vc tem razão.Que essa retumbante e merecida vitória do povo colombiano não sirva de pretexto para Alvaro Uribe rasgar a constituição de seu país, como tem feito seu fracassado rival venezuelano.

Anônimo disse...

Nome:VIVA O Presidente Álvaro Uribe! VIVA! VIVA!
VIVA! VIVA! VIVA! AGORA SÓ FALTA O POVO SE LIBERTAR DOS POPULISTAS DA AMÉRICA LATRINA!

Comentário:
A ESQUERDA ALOPRADA: LULLA, EVOENRABAMULLA E CHAVES DE CADEIA - SÃO RIDíCULOS. Não que o Evo-Burro disse que foi um acordo com as FARC com o Maluco do Chaves que soltou Ingrid - HA! HA! ha! ha! ha! ... O OUTRO PRESIDENTE DO EQUADOR DISSE QUE GOSTARIA DE QUE A INGRID ESTIVESSE NO CATIVEIRO PARA SER SOLTA POR ELE E CHAVEZ - HA! HA! ha! ha! ha! ... ONTEM A NOTA DO LULLA-LELÉ SÓ CUMPRIMENTAVA AS VÍTIMAS LIBERTADAS COMO SE ELAS POR SI SÓ TIVESSEM SE LIBERTADO - HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ...
3/7/2008 21:45:30

Nome:Mulla PTralha nu puder.
XÔ PTralha Aloprado!XÔ IncomPTentes! XÔ LADROES Canalhas! XÔ MULLA-PTóquio! XÔ CorruPTos inePTos aloprados.

Comentário:
E ESSE ANALFABETO QUE NOS GOVERNA COM SEUS PTRALHAS ALOPRADOS QUERENDO FAZER A VOLTA DO MONOPÓLIO COM A 'B'OI'. É MUITO BURRO O MULLA...!!!!! Prodesp vai pedir indenização da Telefônica por pane na internet O Estado de São Paulo enfrenta problemas de acesso à internet, com lentidão ou indisponibilidade completa na conexão --não há prazo para a normalização do sistema. Pane afeta sistema de registros policiais em SP - Cliente prejudicado pode pedir indenização, diz Procon - Falha atinge metade da rede do governo do Estado - Rodolfo Lucena: Quem paga pela queda da internet?

Anônimo disse...

A ESQUERDA ALOPRADA: LULLA, EVOENRABAMULLA E CHAVES DE CADEIA - SÃO RIDÍCULOS. Não é que o Evo-Burro disse que foi um acordo das FARC com o Maluco do Chaves que soltou a Ingrid - HA! HA! ha! ha! ha! ... O OUTRO PRESIDENTE DO EQUADOR (parece uma mistura de galã dos anos 50 com viado) DISSE QUE GOSTARIA DE QUE A INGRID ESTIVESSE NO CATIVEIRO PARA SER SOLTA POR ELE E CHAVEZ - HA! HA! ha! ha! ha! ... ONTEM A NOTA DO LULLA-LELÉ SÓ CUMPRIMENTAVA AS VÍTIMAS LIBERTADAS COMO SE ELAS POR SI SÓ TIVESSEM SE LIBERTADO - HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ... HA! HA! ha! ha! ha! ...

Anônimo disse...

FERNANDO,
Parabéns! De tempo em tempo passo por aqui. Você escreve muito bem e apresenta bons argumentos. Mesmo que nem sempre eu concorde. MAS NO PRESENTE CASO FOI PERFEITO.

Anônimo disse...

Álvaro Uribe acabou com a
alegria e a megalomania de
um monte de espertalhões.

roger tolentino disse...

Só há uma forma de apaziguar o sofrimento esquerda: devolver a Ingrid e os demais prisioneiros às FARC.
Aí, então, seria chamado o ditador-bufão da Venezuela para fazer uma "acordo".
O desespero dessa gente é, explicitamente, patético e tragicômico!
Alô, trogloditas: 14 seres humanos, que estavam mantidos em cárcere por uma organização de criminosos- que contava com o apoio e simpatia de vocês-, FORAM LIBERTADOS! Outros 800 ainda estão lá!
Parem com este choro,e peçam a prisão e condenação de todos aqueles criminosos, e a extinção das FARC.Será que vcs são capazes disso, agora que, da noite para o dia e muito constrangidamente, passaram a renegá-las?

Anônimo disse...

Salve FHC - o Homem que pensou o BRASIL!
XÔ PTralhas Aloprados! Xô Ditadura dos PTralhas. XÔ LULLA PINGA 51! Xô corruPTos inePTos aloprados.

A DESNUTRIÇÃO CAIU - Desde que FHC fez o Plano Real e Dona Ruth Cardoso começou a estruturar os programas sociais, graças também ao Ministro da Educação de FHC que conseguiu colocar mais pessoas pra estudar, afora a manutenção da política econômica de FHC até nossos dias - tudo isso produziu um Brasil mais nutrido, diminindo a desnutrição. Bêbado, analfabeto e também aloprado, Lulla-PTóquio agradece a São FHC e surfa a onda pra enganar os pobres!

Anônimo disse...

DIZEM QUE VOTAR NO MULLA DÁ AZA...

As visitas do presidente Lula aos clubes sempre foram um gesto muito simpático de sua parte. Entretanto, há torcedores que já sentem calafrios quando descobrem que o próprio irá vestir a camisa de seu amado clube nas tradicionais cerimônias cordiais.
Recentemente, Lula não transmitiu muita sorte quando colocou as camisas de Corinthians e Fluminense nas vésperas de suas respectivas finais, pois ambas as equipes acabaram perdendo o título. Não bastasse isso, ainda esteve presente no jogo Brasil e Argentina, no Mineirão, pelas Eliminatórias, onde o time Canarinho não passou de um chato 0 a 0.
E errado é quem acha que isso não passa de uma infeliz coincidência. Em 2006, por exemplo, o presidente foi a Argentina para um encontro de negócios com Néstor Kirchner. Na ocasião, ele vestiu uma camisa do Racing. No mês seguinte o clube quase cairía para a segunda divisão do campeonato local já que ficou em 18º num torneio com 20 participantes.
O pior estava por vir depois. Em maio do mesmo ano, Lula recebeu a visita do lateral-esquerdo Roberto Carlos e foi presenteado com a camisa da Seleção Brasileira do jogador.
Após a tradicional pose para as fotos, o camisa 6 ouviu o pedido para que o Brasil conquistasse o hexacampeonato na Alemanha. Meses depois, Roberto Carlos seria o personagem principal da eliminação da equipe para a França, nas quartas-de-final.

Anônimo disse...

PÉ FRIO. QUEM VOTA NELLE QUE ESPERE...
VOTAR NELLE DÁ O MAIOR AZA... O REPRESENTANTE DAS FARC VEIO CONVERSAR E O URIBE SOLTO A INGRID - HA!ha!ha!

Comentário:
As visitas do presidente Lula aos clubes sempre foram um gesto muito simpático de sua parte. Entretanto, há torcedores que já sentem calafrios quando descobrem que o próprio irá vestir a camisa de seu amado clube nas tradicionais cerimônias cordiais. Recentemente, Lula não transmitiu muita sorte quando colocou as camisas de Corinthians e Fluminense nas vésperas de suas respectivas finais, pois ambas as equipes acabaram perdendo o título. Não bastasse isso, ainda esteve presente no jogo Brasil e Argentina, no Mineirão, pelas Eliminatórias, onde o time Canarinho não passou de um chato 0 a 0. E errado é quem acha que isso não passa de uma infeliz coincidência. Em 2006, por exemplo, o presidente foi a Argentina para um encontro de negócios com Néstor Kirchner. Na ocasião, ele vestiu uma camisa do Racing. No mês seguinte o clube quase cairía para a segunda divisão do campeonato local já que ficou em 18º num torneio com 20 participantes. O pior estava por vir depois. Em maio do mesmo ano, Lula recebeu a visita do lateral-esquerdo Roberto Carlos e foi presenteado com a camisa da Seleção Brasileira do jogador. Após a tradicional pose para as fotos, o camisa 6 ouviu o pedido para que o Brasil conquistasse o hexacampeonato na Alemanha. Meses depois, Roberto Carlos seria o personagem principal da eliminação da equipe para a França, nas quartas-de-final. SÓ FOI FALAR COM AS FARC E INGRID FOI SOLTA PELO URIBE. DIZ QUE VOTAR NO CARA DÀ O MAIOR AZA....