segunda-feira, junho 16, 2008

A VOLTA DO FANTASMA INFLACIONÁRIO


Políticas heterodoxas, caracterizadas pela intervenção drástica do governo sobre o mercado, como as que marcaram a década de oitenta – Plano Cruzado, Plano Bresser, Plano Verão, Plano Collor – não funcionam e agravam ainda mais o problema. Ao contrário, políticas que atuam no sentido de aliviar o peso do Estado sobre a sociedade e sobre os setores produtivos têm se mostrado muito mais eficazes no combate à inflação: após uma manifestação aguda como a que ocorre agora, o mercado tende a se recompor e a voltar a percorrer os trilhos da estabilidade.

A VOLTA DO FANTASMA INFLACIONÁRIO

O fantasma da inflação voltou a mostrar as suas garras. Os preços dos alimentos, dos aluguéis, dos serviços e das tarifas públicas ameaçam disparar, e o temor que se repita o que vivemos em décadas passadas passa a ser cada vez maior. A projeção da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu pela 12ª vez consecutiva, passando de 5,55% para 5,80% neste ano.

Os especialistas – e quem acredita neles? – dizem que a atual onda de elevação de preços é sazonal, de âmbito mundial, limitada ao setor agrário, devido ao direcionamento dos investimentos na produção de biocombustíveis, em detrimento da produção de alimentos. Pode até ser. Mas no Brasil, qualquer ameaça de crise econômica internacional ganha contornos de tragédia nacional.

O presidente Lula parece estar consciente do problema – pelo menos deu declarações nesse sentido – e poderia, passando das palavras à ação, fazer a parte que lhe compete para evitar que retornemos à triste rotina inflacionária que penaliza principalmente os pobres, mas também a classe média. Se o alto custo da máquina estatal não é a causa dos atuais sintomas inflacionários, certamente será o alimentador de sua possível permanência.

Para evitar que estes primeiros sintomas se tornem agudos, e, a partir daí, crônicos, é urgente que o governo aja de forma imediata no sentido de cortar os gastos desnecessários, reduzir o tamanho da máquina governamental, estancar os aumentos das tarifas públicas, e criar mecanismos de incentivos fiscais para os setores produtivos mais afetados pela onda inflacionária. É importante lembrar que além da baixa produção, da especulação, e de fatores climáticos e ambientais – mecanismos que atuam sobre o mercado promovendo a oscilação dos preços – o governo, quando mantém um Estado oneroso, perdulário e corrupto, e quando pratica políticas econômicas equivocadas é o responsável maior pela permanência do dragão inflacionário.

Políticas heterodoxas, caracterizadas pela intervenção drástica do governo sobre o mercado, como as que marcaram a década de oitenta – Plano Cruzado, Plano Bresser, Plano Verão, Plano Collor – não funcionam e agravam ainda mais o problema. Ao contrário, políticas que atuam no sentido de aliviar o peso do Estado sobre a sociedade e sobre os setores produtivos têm se mostrado muito mais eficazes no combate à inflação: após uma manifestação aguda como a que ocorre agora, o mercado tende a se recompor e a voltar a percorrer os trilhos da estabilidade.

Portanto, se o governo não fizer a sua parte no sentido de ordenar, racionalizar e desonerar a máquina estatal, o fantasma poderá se transformar no monstro devorador que os que viveram na década de 80 conhecem muito bem.

160608

6 comentários:

Reinaldo disse...

Fernando, foi bom tocar nesse tema.A mídia tem sido muito branda, pois vemos os preços aumentando mensalmente (isso por que faço compras mensalmente) já a tempos... e os indicadores de inflação não refletem esses aumentos.
Um dos motivos para os indicadores não refletirem esses aumentos e, por consequencia, a midia não apontar o aumentos da inflação é a forma de calculo que prioriza os menores valores. OU seja, a situação na realidade é pior que se imagina.
Acusar a midia (que virou bode expiatório) por noticiar o aumento da inflação é infantil e inconsequente, é fruto de pessoas que se recusam a ver a realidade e tentam defender esse governo petista despreparado e incompetente.
Quando no passado perguntei onde estavam os petistas para defender o Lula na volta da inflação eu não imaginei que para defende-lo os mesmos petistas seriam tão negligentes, mentirosos e levianos a ponto de negar um fato que já bate a porta de todos a muitos meses, a inflação.
Não é o lula a vergonha desse pais, a vergonha desse pais é o povo que vota nele.

Anônimo disse...

ESCÂNDALOS, CORRUPÇÃO,CINISMO, CARGA PESADISSIMA DE IMPOSTOS (E AINDA QUER RESCUSSITAR IMPOSTOS MORTOS E ENTERRADOS),
OMISSÃO (NAO VI NADA, NAO SEI DE NADA E NAO OUVI NADA...), ETC, ETC, ETC ,,.
E PARA "COLOCAR A CEREJA EM CIMA DO BOLO":
I N F L A Ç A O!!!
CRUZ CREDO!
ALEM DE TUDO ISSO, SE O GOVERNO GASTASSE MENOS, (COMO POR EXEMPLO GASTAR MAIS DE 300 MILHOES EM EMENDAS PARA PARLAMENTARES ADERIREM A ABERRAÇÃO DO IMPOSTO CSS), AJUDARIA EM MUITO O CONTROLE DA INFLAÇÃO..MAS,,,
CAMINHAMOS PARA ONDE JAMAIS QUERIAMOS,,,,
CAIR NOS "BRAÇOS" DA INFLAÇÃO .
QUE LÁSTIMA!
NEM MANTER O PÁIS LONGE DA INFLAÇÃO, CONSEGUIRAM!

Dilson disse...

Caro "Anônimo"
Desta vez a "CRISE" é da inflação e o custo dos alimentos. A grande mídia está tentando espalhar o pânico entre o povo, dando a impressão que o governo de Lula é o responsável, quando o fato é que até países do Primeiro Mundo estão sendo afetados seriamente pelo mesmo problema. Um pequeno exemplo: a polícia no Reino Unido está pensando entrar em greve porque seu reajuste salarial não acompanhou a alta do custo da vida.

rlldo disse...

Estamos diante da primeira situação crítica da qual se faz necessário um líder e não um popular qualquer. Navegar no mar da tranquilidade após a consolidação do plano real foi fácil. Infelizmente agora não tem mais nenhum valor a política do nada fiz, nada sei, pois se fosse assim já estava tudo resolvido. Pago pra ver uma demonstração de real competência e liderança, vindo de quem não construiu nada de útil e honesti durante toda a vida, nem para si, nem para o país.

Nilson disse...

Fernando
Só nos faltava a volta da inflação para coroar a incompetência deste governo. Corrupção, juros altos , baixa taxa de crescimento e agora a inflação. o que o povo está esperando para dar um BASTA a esssa corja petista que assola o país?

LULA LÁ OUTRA VEZ disse...

MOVIMENTO PELO TERCEIRO MANDATO DE LULA
MTM

É LULA DE NOVO COM A FORÇA DO POVO!
É LULA LÁ OUTRA VEZ!