segunda-feira, janeiro 28, 2008

LULA REFORÇA OS MAUS COSTUMES POLÍTICOS

A ascensão do partido ao poder não trouxe a esperada revolução ou renovação nos costumes políticos . Sem um programa de governo consistente, Lula e sua turma se aferraram a um projeto continuista , no qual o emprego de práticas arcaicas e extremamente negativas tem sido considerado vital.No governo do ex-metalúrgico as mazelas que contaminam a nossa política e que durante muito tempo serviram como alvo da artilharia petista em sua caminhada rumo ao poder, permanecem vivas e atuantes, graças ao reforço que receberam deste governo.



LULA REFORÇA OS MAUS COSTUMES POLÍTICOS

O Partido dos Trabalhadores nasceu e cresceu sob o signo da defesa intransigente da ética e da honradez política. Nas décadas de 80 e 90, incorporou a mística de combatente feroz do fisiologismo, do clientelismo , do nepotismo e da corrupção.Adeptos de tais práticas se enquadravam muitos políticos que hoje dão sustentação ao governo petista no Congresso, ocupando alguns deles inclusive cargos de ministros de governo.

Na sua tarefa de defender as boas práticas políticas, o PT não se fartava , tanto nos horários políticos da TV como nas campanhas eleitorais, de se apresentar como um partido “diferente”, livre de quaisquer práticas viciosas contrárias aos bons costumes políticos, e imune a todas as doenças que atacavam o organismo político brasileiro. Políticos como Lula, Mercadante, Jose´Dirceu e José Genuíno, arautos da moralidade e da ética naquele período, faziam questão de se contrapor a políticos do naipe de José Sarney, Jader Barbalho, Paulo Maluf, Renan Calheiros, Gedel Vieira Lima ou Edison Lobão.Hoje, poucos são capazes de ver diferenças entre os dois times.

Nunca acreditei no PT, mesmo quando amigos petistas tentavam me convencer da suposta sinceridade das convicções e intenções do partido da estrela vermelha. Sempre enxerguei nas atitudes dos sectários petistas um misto de arrogância, autoritarismo, hipocrisia e falso moralismo. Mas o discurso ideológico petista sempre encontrou ressonância numa parcela da classe média pretensamente intelectualizada e justificadamente cansada do repetido mau comportamento dos políticos e da péssima gestão dos recursos públicos.Quando Lula abandonou o discurso ideológico que lhe era sugerido pelos intelectuais do partido e assumiu de vez o seu discurso populista, foi premiado com uma enxurrada de votos das camadas mais pobres e desinformadas da população, o que lhe possibilitou a chegada ao poder em 2003.

A ascensão do partido ao poder não trouxe a esperada revolução ou renovação nos costumes políticos . Sem um programa de governo consistente, Lula e sua turma se aferraram a um projeto continuista , no qual o emprego de práticas arcaicas e extremamente negativas tem sido considerado vital. A pregação moralista dos tempos de oposição foi substituída pelo pragmatismo cínico de agora; os inimigos de ontem se tornaram os aliados de hoje; e as anunciadas políticas de liquidação das desigualdades sociais deram lugar à mais deslavada prática de assistencialismo, consubstanciada no programa Bolsa Família.

As negociações no Congresso que deveriam estar assentadas sobre princípios , programas, idéias e convicções se fundamentam no velho toma-lá-dá-cá. Ministros continuam a ser escolhidos não pelo conhecimento que cada um deles tem dos assuntos referentes a sua pasta, mas pela força que podem representar no jogo sujo do Congresso. Enfim, no governo do ex-metalúrgico as mazelas que contaminam a nossa política e que durante muito tempo serviram como alvo da artilharia petista em sua caminhada rumo ao poder, permanecem vivas e atuantes, graças ao reforço que receberam deste governo.

Portanto, aqueles que, mesmo depois de tantas demonstrações no sentido contrário, continuarem acreditando que o Partido dos Trabalhadores é um baú de nobres intenções, merece o diploma de ingênuos.Mas aqueles que , mesmo conhecendo todas as mazelas que permeiam a atuação de Lula e do PT no governo, continuam a apóia-lo, merecem , no mínimo, um diploma de mal intencionados. Ingênuos e mal intencionados não são poucos na vida política do Brasil.Infelizmente, é desta mistura perniciosa que a nossa política tem se alimentado nas últimas décadas.
280108

5 comentários:

souza disse...

Podemos nos preparar, porque nos próximos 3 anos esta turma vai se fartar.
Vão levar tudo o que podem, até lençol da cama e toalha de mesa dos palácios e casas dos ministros.
vâo viajar a mais não poder e gastar tudo.
Se é que gastam, porque tenho para mim que sacam em dinheiro e estão fazendo um pé de meia.
e se a gente reclama, eles dizem que é preconceito.
Preconceito nada!! Eles róbam mesmo, como dizia o ex-careca Zé Dirceu, o comissário bolchevique e chefe da quadrilha do mensalão.

Jonas disse...

Quando ainda freqüentava as portas das fábricas do ABC na condição de sindicalista-baderneiro, Luiz Inácio Lula da Silva atacava com veemência os banqueiros tupiniquins, sem poupar, inclusive, a honradez de suas respectivas mães. Passadas algumas décadas, Lula da Silva, agora no poder, assiste ao lucro galopante dos banqueiros, sem ao menos emitir qualquer comentário sobre o assunto. Por ocasião da eleição presidencial de 2002, um diretor de um conhecido banco internacional, durante reunião do setor em São Paulo, disse, sem medo, que Lula estava nas mãos dos banqueiros. E para ilustrar o próprio discurso o executivo cutucou a palma da mão esquerda com o dedo indicador da esquerda. E não é que estava certo aquele ousado senhor. Seis anos depois, sob a égide do silêncio do governo petista, o Bradesco apresenta o resultado de suas operações em 2007. Pouco mais de R$ 8 bilhões de lucro, o que representa um aumento de 58,5% de aumento em relação a 2007.

Anônimo disse...

LULLALAU PAPA DEFUNTO:

da Folha Online - 31/01/2008 - 19h23: ->

Governo de Goiás confirma 11ª morte por febre amarela no Estado.


A Secretaria da Saúde de Goiás confirmou mais uma morte por febre amarela no Estado. É a 11ª morte causada pela doença, confirmada neste mês. Todas as mortes registradas ocorreram em Goiás.

Anônimo disse...

Mary Corner Palocci da Siva
Eta pinga marvada!
E o povo que se vire ...

QUADRILHA OU BANDO NU PUDER.

Comentário:
Cartões: farra de saques no IBGE -> SE GRITAR PEGA LADRAO, NAO FICA UM PTRALHA ALOPRADO, MEU IRMAO! O Governo gastou, só em dezembro de 2007, mais de R$ 6,2 milhões com cartões corporativos. O segundo maior gasto, no mês, é da Fundação IBGE, do Ministério do Planejamento, que torrou R$ 1,18 milhão, dos quais quase R$ 1 milhão foram sacados em caixas eletrônicos. A unidade do IBGE em Minas Gerais gastou R$ 145 mil, dos quais R$ 141,8 mil foram sacados por 84 funcionários que têm acesso ao cartão corporativo. É uma festa. / Dinheiro vivo -> Entre 3 e 19 de dezembro, apenas um funcionário do IBGE no Mato Grosso do Sul sacou mais de R$ 13 mil, cash. Foram 11 saques de R$ 1 mil.

Obs.: Fernando, o PT é isso mesmo que estamos vendo. O que me admira, e olhe que leio sobre politica e tudo o mais publicado em jornais e revistas ha mai de 30 anos, é como nao se falava nada durante esses anos todos. Que liberdade é essa que constrimos, onde falar ou criticar parece ser preconceituoso - inibindo e condenando quem fala ou critica.
O PT (quem comanda) é formado pelos coronéis dos sindicatos e por professores universitarios mais chegado a faltarem do que ao aprofundamento dos estudos.
A imprensa e as esquerdas (sim, sao uma fauna que leram 2 contra-capa ou orelha de livros e querem ser metidos a intelectuais, cujo principal argumento é censurar os argumento contrarios com a acusao de preconceito - uma forma velada de censura.

Anônimo disse...

Bloco do Pacotao em Brasilia (nem elles que tem um monte de ptralhas junto aguentaram) -> http://br.youtube.com/watch?v=9Mq6xFbUBOo -> Eles tão metendo a mão// Rômulo Marinho e Gustavo Fusco// ... Tem muita gente sabida/ Dilapidando o Erário/ Metendo a mão no Tesouro/ Detonando o meu salário/ E Ali Babá nada sabe.../ Ele pensa que nóis é otário!/ E Ali Bebum nada sabe.../ Ele pensa que nóis é otário!/ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../ Eles tão metendo a mão!!/ Eles tão metendo a mão!!/ No dinheiro da Nação.../