segunda-feira, janeiro 21, 2008

LULA, LOBÃO E O RISCO DE APAGÃO

A escolha de Edison Lobão reforça a certeza de que mesmo diante da ameaça de uma grave crise num setor vital para o País, o presidente prefere priorizar o jogo político menor e medíocre em detrimento da grandeza e da determinação que marcam os grandes estadistas.Mas esperar que Lula assuma a postura de um grande líder é ser ingênuo demais.

A escolha de Édison Lobão visa assegurar a fidelidade de Sarney e seu grupo.O risco de apagão energético que se dane...

LULA, LOBÃO E O RISCO DE APAGÃO

Diante da perspectiva de um iminente apagão energético – o que é admitido por diversos especialistas no assunto – o presidente Lula opta por fazer do Ministério de Minas e Energia não um instrumento de prevenção e de implementação de providências para que tal fato não ocorra, mas sim um território para o exercício da velha e canhestras práticas políticas, numa tentativa de assegurar a maioria parlamentar sustentada por um partido – o PMDB – ávido por cargos,influência e verbas federais.

O escolhido para ocupar o posto de ministro da pasta que vai administrar a possível crise energética foi Edison Lobão que até dois ou três meses atrás fazia parte do time oposicionista no Senado. É verdade que não se tratava de um oposicionista fiel e convicto, pois sua especialidade, muito mais do que se apegar a uma causa, princípio ou idéia, sempre foi prestar obediência ao seu chefe político, o também senador José Sarney. Talvez tal fato explique a metamorfose sofrida pelo novo ministro num curto espaço de tempo. Explico.

Em julho do ano passado, o senador Lobão fez da tribuna do Senado, contundentes ataques à política energética do atual governo, criticando a sua omissão em relação às perspectivas de falta de energia e a conivência do presidente em relação ao descumprimento do acordo de fornecimento de gás do Brasil pela Bolívia. “Há um risco muito alto de apagão no Brasil”, alertava o senador. Na semana passada, já escolhido ministro pelo presidente, o senador elogiou as providências tomadas pelo governo no campo energético e descartou a possibilidade de apagão ou de racionamento de energia. Em qual Lobão devemos acreditar? No oposicionista de julho, ou no governista de janeiro? Seria prudente não acreditar em ambos.

Ademais, é temerário acreditar em qualquer político que tenha governado o Maranhão nas três últimas décadas, se não por outro motivo, pelo fato daquele Estado apresentar o mais baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil. Dentre os responsáveis estão certamente, além do próprio Lobão, os também senadores José Sarney, Roseana Sarney e Epitácio Cafeteira.

Mas que não se atribua importância exagerada a Edison Lobão. Esse ex-jornalista do Correio Brasiliense, que na década de 70 se especializou em defender o regime militar, nunca passou de um mero vassalo de José Sarney, político que deixou a presidência em 1989 com o País mergulhado numa crise econômica sem precedentes, a inflação mensal se aproximando dos três dígitos, fruto de sucessivos planos econômicos mirabolantes e desastrosos. José Sarney merecia a prisão pelos danos que causou ao País. Mas como estamos no Brasil, após amargar um breve período de ostracismo no qual se elegeu senador por Amapá porque temia não ter votos suficientes no Maranhão, o velho coronel político ressurgiu lépido e fagueiro no governo de Lula a liderar uma das alas do PMDB, presidir o congresso por duas vezes, e servir de mentor político do seu antigo inimigo político.

Para muitos, nada disso importa, porque quem vai continuar a dar as cartas no Ministério de Minas e Energia é a ministra Dilma Roussef, da Casa Civil. Não foi por outro motivo a exigência, prontamente atendida pelo novo ministro, para que determinados postos chaves do Ministério continuem nas mãos de pessoas da confiança de Dilma.Mesmo assim, a escolha de Edison Lobão reforça a certeza de que mesmo diante da ameaça de uma grave crise num setor vital para o País, o presidente prefere priorizar o jogo político menor e medíocre em detrimento da grandeza e da determinação que marcam os grandes estadistas.Mas esperar que Lula assuma a postura de um grande líder é ser ingênuo demais.
210108

9 comentários:

ZÉ INDIGNADO disse...

Será que Lula só vai se dar conta quando terminar seu segundo mandato de que capacidade e competência gestora e administrativa são requisitos primários para se poder fazer um bom governo? Habilidade política é necessária, porém por si só nada realiza. E como será avaliado o governo Lula? Como TODO governo>>>Números.
Achei que Lula tinha chegado prá mudar! Sinceramente eu esperava que Lula deixasse como legado uma gestão revolucionária em áreas nunca antes levadas a sério, como Educação e Saúde. Até agora a coisa ficou no assistencialismo que se limita ao imediato. Que futuro Lula reserva para os hoje assistidos? Que crescimento econômico Lula acha ser possível se a energia que temos só atende a demanda? Para poder crescer tinha é que SOBRAR energia!!!

rosena disse...

Pois é Fernando...Com Lobao no ministério e Lobinho assumind a vaga no Senado só está faltando nomear os Três Porquinhos para cargos no segundo escalão. Caso eles sejam filidos ao PMDB, é claro.rs

Anônimo disse...

Observatório Cidadão? As formas de ser do petismo ->

No dia 25 de outubro, escrevi um post sobre uma certa ONG que se intitulava Nossa São Paulo É Outra Cidade. A integra está aqui. Releiam um trecho (em azul). Retomo depois:

“Quem preside a entidade é o petista Oded Grajew, que já teve fábrica de brinquedo e hoje brinca de membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Lula. Formalmente afastado do governo, ainda é da turma do Apedeuta. O coordenador do Grupo de Orçamento da tal ONG é Odilon Guedes. E quem é ele? Ex-vereador do PT — agora migrou para o PSOL — e ex-subprefeito na gestão Marta Suplicy. (...)

Pois bem. Essa tal Nossa São Paulo fez um “levantamento” (...) e concluiu, numa conta estúpida, vesga e mal-intencionada, que a Prefeitura de São Paulo investe menos nas áreas mais pobres da cidade — e mais naquelas que são mais ricas. Qual é o objetivo? Informar o cidadão? Mudar o sentido das políticas públicas? Não, é claro. Eles querem é fazer proselitismo. Grajew trabalha para o PT; Guedes, para o PSOL. Ademais, a TESE É UMA MENTIRA ESCANDALOSA.
(...)
Os valentes pegaram o orçamento de cada uma das 31 subprefeituras e dividiram pelo número de habitantes da região. E chegaram a um número: Gilberto Kassab estaria gastando mais, per capita, com os moradores do rico bairro de Pinheiros do que com os pobres da Capela do Socorro. Acontece, meus caros, que a fatia do Orçamento das Subprefeituras no Orçamento Geral da Cidade não chega a 4% do total. Os números já deveriam ligar o desconfiômetro dos jornalistas. Mas quê! A ideologia os cegou e o ensurdeceu. Cada morador da Capela custaria à Prefeitura R$ 41,61, contra R$ 91,88 do de Pinheiros. Por ano!

Nas contas perturbadas de Guedes e do homem do brinquedo, simplesmente não entram os investimentos das outras secretarias, prioritariamente voltados para as áreas pobres da cidade. O Hospital do M’Boi Mirim, por exemplo, entra na conta de Guedes? Não! As 60 AMAs (unidades de saúde) da periferia entram? Não! E os 24 novos CEUs? Também não. Como explicou em uma das entrevistas Andrea Matarazzo, secretário de subprefeituras e um dos mais competentes homens públicos de São Paulo, os menos de 4% do Orçamento das Subprefeituras são verba de zeladoria. É absolutamente razoável que se gaste mais em Pinheiros, nesse quesito, do que na Capela do Socorro. Porque Pinheiros não terá muito além dessa verba de manutenção, eis a verdade.

Voltei
Há três meses, quando escrevi sobre o assunto, critiquei algumas emissoras de rádio que permitiam que a tal entidade dissesse inverdades aos ouvintes sem deixar claras as vinculações políticas dos comandantes da tal ONG. Pois bem. Leio na seção Tendências/Debates, da Folha, um artigo de Grajew. A entidade vai lançar um “Observatório Cidadão Nossa São Paulo”. Esse negócio de “observatório” está na moda. Afinal, dá sempre a impressão de que o “observador” é apenas um olho clínico que analisa o mundo sem paixões. Assim, ideológicos, partidários e manipuladores, claro!, são sempre os outros.

Escreve Grajew, o “apartidário”:
“O movimento Nossa São Paulo, que é apartidário e do qual fazem parte cerca de 400 organizações da sociedade civil paulistana, lança amanhã, 24 de janeiro, véspera do aniversário da cidade, o Observatório Cidadão Nossa São Paulo. Nascido a partir de um profundo desencanto com o atual processo político brasileiro, o Movimento Nossa São Paulo tem a missão de comprometer a sociedade e os sucessivos governos da cidade com um projeto de desenvolvimento justo e sustentável. O observatório fará o acompanhamento sistemático dos principais indicadores de São Paulo selecionados pelos diferentes grupos de trabalho do movimento. São indicadores nas áreas de saúde, educação, trabalho e renda, assistência social, habitação, transporte e mobilidade urbana, violência, meio ambiente, cultura, esportes, transparência e democracia participativa.”

Como assim?
Huuummm... Quatrocentas “entidades”, é? Todas elas “apartidárias” e “desencantadas” com o processo político? O nome disso é “truque”. Naquele meu texto de outubro, já evidenciava o quão “apartidários” são os comandantes dessa estrovenga... O truque do petismo e de boa parte das esquerdas tem sido sistematicamente este: disfarçar-se de sociedade civil acima dos interesses.

Em sua linguagem aparentemente sóbria, inocente, anódina e civilizada, o tal movimento deixa claro que pretende ser uma espécie de patrulha do processo político e de “sucessivos governos”. Não tenho simpatia pelo chamado Terceiro Setor, todo mundo sabe bem disso. Com raras exceções, ou mobiliza esquerdistas do miolo mole ou socialites desocupadas em busca de um alvo para suas caridades ociosas.

É realmente notável que, dada toda a sua experiência, o sr, Grajew não tenha decidido fazer um observatório para acompanhar as políticas públicas do governo federal. Vemos aí é o petismo em sua manifestação exemplar. Ah, sim: embora “apartidário”, será que o movimento tem simpatia por alguma candidatura? É o que vamos ver.

Fonte: blog do Reinaldo Azevedo.

Anônimo disse...

A CEIA MACABRA DE LULLALLAU e SEUS LULLANATICOS ALOPRADOS ou Reuniao do Sindicato de Ladroes: todos lobos ou lobao - o unico cordeiro é povo, imolado por impostos que revoltam tiradentes no tumulo e por servicos publicos caoticos - que os mata aos poucos (criancas indios sem alimentos em 2005, acidentes com avioes da gol e tam, febre amarela, prefeitos assassinados, testemunhas da morte dos Prefeitos assassinadas, mortes nos buracos das estradas, mortesnos hospitais em greve de medicos e outros por falta de maiores recursos, etc...)

Anônimo disse...

A CEIA MACABRA DE LULLALLAU e SEUS LULLANATICOS ALOPRADOS ou Reuniao do Sindicato de Ladroes: todos lobos ou lobao - o unico cordeiro é povo, imolado por impostos que revoltam tiradentes no tumulo e por servicos publicos caoticos - que os mata aos poucos (criancas indios sem alimentos em 2005, acidentes com avioes da gol e tam, febre amarela, prefeitos assassinados, testemunhas da morte dos Prefeitos assassinadas, mortes nos buracos das estradas, mortesnos hospitais em greve de medicos e outros por falta de maiores recursos, etc...).
Uma farta ceia de grana roubada do povo.

CELSO PT SAUDAÇÕES disse...

oS TUCANOS E ASSEMELHADOS ESTÃO FICANDO SEM ASSUNTO. ONDE ESTÃO OS MOTIVOS DE CRITICAS OD GOVERNO LULA?ESTE GOVERNO VEM DANDO CERTO, COISA QUE OS TUCANOS NÃO CONSEGUIRAM. LOBÃO ESCOLHIDO MINISTRO, O QUE TEM DE MAIS?? O SEU ÍDOLO FHC CANSOU DE NOMEAR INCOMPETENTES PARA O GOVERNO. TODOS SABEMOS QUE ESTES MINISTROS , COM EXCEÇÃO DE TRES OU QUATRO NÃO MANDAM NADA. MAS LULA PRECISA NOMEÁ-LOA PQ FAZ -PARTE DO JOGO POLÍTICO. NADA MAIS.

CELSO PT SAUDAÇÕES disse...

oS TUCANOS E ASSEMELHADOS ESTÃO FICANDO SEM ASSUNTO. ONDE ESTÃO OS MOTIVOS DE CRITICAS OD GOVERNO LULA?ESTE GOVERNO VEM DANDO CERTO, COISA QUE OS TUCANOS NÃO CONSEGUIRAM. LOBÃO ESCOLHIDO MINISTRO, O QUE TEM DE MAIS?? O SEU ÍDOLO FHC CANSOU DE NOMEAR INCOMPETENTES PARA O GOVERNO. TODOS SABEMOS QUE ESTES MINISTROS , COM EXCEÇÃO DE TRES OU QUATRO NÃO MANDAM NADA. MAS LULA PRECISA NOMEÁ-LOA PQ FAZ -PARTE DO JOGO POLÍTICO. NADA MAIS.

Justo do Brasil disse...

MARACUTAIA????!!!!!!!!!!!
Sera que vao nos enrolar???!!!!!!!



Agencia Estado - 24/1/2008 16:10 ->
Mensalão: Silvinho faz acordo para suspender processo
O ex-secretário geral do PT Silvio Pereira firmou hoje um acordo que deverá resultar na suspensão do processo que corre contra ele na Justiça Federal, em decorrência do escândalo do mensalão. A informação foi confirmada na tarde de hoje pela assessoria de imprensa da Justiça Federal, que ainda não forneceu detalhes sobre o acordo.


Silvinho chegou pouco depois das 14 horas ao Fórum Criminal da Justiça Federal em São Paulo, onde seria colhido seu depoimento, um procedimento que provavelmente deixará de ser realizado. Nesta tarde, estão previstos ainda os depoimentos do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e do sócio da Corretora Bonus Banval Enivaldo Quadrado.

Anônimo disse...

Concretismo ou concreto:

O POLVO VAI A LULLA
O POVO VAIA LULLA
O OVO VAI A LULLA
O VO VAIA LULLA
VO VAIA LULLA
VO VAIA LU LA
VAI LULLA
VAIA
VAI
VA
VAI
VAIA
VAI LULLA
VO VAIA LU LA
VO VAIA LULLA
O VO VAIA LULLA
O OVO VAI A LULLA
O POVO VAIA LULLA
O POLVO VAI A LULLA