segunda-feira, janeiro 14, 2008

GUERRILHEIROS OU TERRORISTAS?

Faz muito bem o presidente colombiano ao colocar as Farc no seu devido lugar. Ao contrário do que pretende fazer crer a propaganda da esquerda, não passa de uma organização armada de narcotraficantes homicidas que se escondem sob o falso manto ideológico da luta pelo socialismo, e que não merecem nada mais do que o combate sistemático,impiedoso e sem tréguas.


GUERRILHEIROS OU TERRORISTAS ?

Existe na esquerda latino-americana uma tendência a considerar as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia ( Farc) um exército de guerrilheiros e não uma organização de terroristas e narcotraficantes.Essa tendência contaminou parte da mídia brasileira que na semana passada dedicou generosos espaços à libertação de duas prisioneiras colombianas – Clara Rojas e Consuelo Gonzáles -, entregues ao presidente da Venezuela Hugo Chávez.Essa parte da mídia tratou o fato como uma vitória do venezuelano,sem questionar que toda a ação, muito mais do que um acordo humanitário,se tratou de uma grande jogada política promocional arquitetada entre o grupo terrorista colombiano e seu patrono venezuelano.Afinal, os que comemoraram a “vitória” de Chávez queriam o quê? Que os terroristas entregassem os prisioneiros a Álvaro Uribe ou a George Bush?

Faz muito bem o presidente colombiano ao colocar as Farc no seu devido lugar. Ao contrário do que pretende fazer crer a propaganda da esquerda, não passa de uma organização armada de narcotraficantes homicidas que se escondem sob o falso manto ideológico da luta pelo socialismo, e que não merecem nada mais do que o combate sistemático,impiedoso e sem tréguas. Infelizmente, a ascensão ao poder de governantes populistas de esquerda – Chávez, na Venezuela; Morales, na Bolívia; Correa, no Equador, e Lula, no Brasil – criou em torno do território controlado pelas Farc uma espécie de cinturão de proteção e apoio, e em torno do governo legal da Colômbia um cinturão de pressão e desconfiança.

Em discurso na tarde da última sexta feira, o presidente venezuelano defendeu que o presidente colombiano e países europeus retirem das Farc o rótulo de “organização terrorista”, como se fosse possível caracterizar de outra forma um bando fora-da-lei que seqüestra,aprisiona, tortura, estupra e assassina idosos , crianças e mulheres, e, como se não bastasse, se financia com o narcotráfico.

Em relação à presença desse câncer em território latino americano,fazendo fronteira com o Brasil, é , no mínimo, vergonhosa a posição assumida pelo nosso governo.Em nenhum momento, Lula e sua turma- Marco Aurélio Garcia à frente - se posicionaram de maneira crítica em relação às Farc. Pelo contrário, ao defender uma atitude de “permanente negociação e diálogo” entre o governo legal da Colômbia e o grupo criminoso, o governo brasileiro coloca em posição de igualdade dois entes que são legal e moralmente díspares.

A posição dúbia e condescendente do governo petista nesta questão, paradoxalmente, acaba revelando o que ele tenta esconder: desde o Foro de São Paulo( 1990) existe uma aliança entre a esquerda latino-americana – aí incluídos as Farc e o PT – para a consecução de objetivos comuns a todos os seus membros. Nesse contexto, se insere o até hoje mal explicado financiamento de campanhas eleitorais petistas com dinheiro oriundo da organização terrorista colombiana. Desta forma, em vez de adotar uma atitude dúbia e dissimulada, melhor faria o nosso governo se,tal como faz Chávez, explicitasse de maneira franca e aberta a sua admiração pelos “ideais” e pelos métodos de ação do grupo armado colombiano. Seria menos hipócrita do que a postura atual.

Portanto, a libertação das duas colombianas, ao contrário de uma “vitória política”de Hugo Chávez,como foi transmitido pela mídia simpática à causa esquerdista, foi a vitória de uma grande farsa internacional. Teve, entretanto, o mérito de dar mais nitidez à amizade que une o bufão venezuelano e os narcotraficantes colombianos, sob os aplausos efusivos da esquerda latino americana e o olhar condescendente e amigo do governo brasileiro. Querem todos eles fazer crer que Hugo Chávez é uma reencarnação de Simon Bolívar, o libertador da América, e que as Farc são um Exército do Povo a lutar contra as injustiças sociais na Colômbia. Pobre América Latina!
140108

5 comentários:

Anônimo disse...

Aas farcs só existem porque se autofinanciam com a cocaina, sequestro e verbas vindas de simpatizantes, não foi surpresa nenhuma o trânsito que chaves tem com elas...suas bandeiras estão ultrapassadas...mas como tem utopistas

a voz do povo disse...

Bom, contra animais que dizem "Estamos num mundo globalizado" "esse negócio de classes não têm nada a ver", para esse tipod e gente bitolada, alienada ou alienadora, não há argumentos.

Além disso, estão eprdendo o poder que desde tempos imperiais exerceram sobre o povo brasileiro. Veja-se 60%.

De qualquer forma, o povo sabe que existe a favela e o bairro do morumbi.

Sabe que existe o trêm da zona leste e o trem da zona sul ~da capital São Paulo.

Sabem que existe o salário mínimo e os milionários... E é nesse mundo globalizado e polarizado desta maneira que o povo da américa latina já se cansou de viver.

Por isso, se o muro de berlim caiu, muitas muralhas feitas de braços guerreiros pela libertação dos povos e destruição dos opressores se erguem diariamente alimentados pela desigualdade social, pela miséria absoluta, pelo humanismo, por não suportarmos vendo nossos irmãos passando fome enquanto os porcos burgueses jogam baldes de comida no lixo "nesse mundo globalizado".

portanto...
VIVA AS FARCs!

Rebeca disse...

Fernando,
As farcs são terrostistas mesmo. E hoje não podemos concordar com a presença deles.Tudo que vimos e vemos é um absurdo.E o pior é ver Hugo Chaves aplaudi-los. Como Lula o imita em tudo, vai começar aplaudir também esta organização que se autosustenta do tráfico de drogas e de pessoas inocentes utéis que ainda tem o "seu ideal",mesmo que seja um ideal da idade da pedra.

Anônimo disse...

PRA CUBA: 1 bilhao de dolares dos altos impostos brasileiros. Para os brasileiros contribuites de impostos ou nao: febre amarela. Vejam noticia de agora a noite: Goiás confirma mais duas mortes por febre amarela; total já chega a cinco. Febre amarela no Parana: morre vítima em Maringá.

Anônimo disse...

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA !

Manifesto em solidariedade, liberdade e desenvolvimento dos povos afro-ameríndio latinos, no dia 01 de maio dia do trabalhador foi lançado o manifesto da Revolução Quilombolivariana fruto de inúmeras discussões que questionavam a situação dos negros, índios da América Latina, que apesar de estarmos no 3º milênio em pleno avanço tecnológico, o nosso coletivo se encontra a margem e marginalizados de todos de todos os benefícios da sociedade capitalista euro-americano, que em pese que esse grupo de países a pirâmide do topo da sociedade mundial e que ditam o que e certo e o que é errado, determinando as linhas de comportamento dos povos comandando pelo imperialismo norte-americano, que decide quem é do bem e quem do mal, quem é aliado e quem é inimigo, sendo que essas diretrizes da colonização do 3º Mundo, Ásia, África e em nosso caso América Latina, tendo como exemplo o nosso Brasil, que alias é uma força de expressão, pois quem nos domina é a elite associada a elite mundial, é de conhecimento que no Brasil que hoje nos temos mais de 30 bilionários, sendo que a alguns destes dessas fortunas foram formadas como um passe de mágica em menos de trinta anos, e até casos de em menos de 10 anos, sendo que algumas dessas fortunas vieram do tempo da escravidão, e outras pessoas que fugidas do nazismo que vieram para cá sem nada, e hoje são donos deste país, ocupando posições estratégicas na sociedade civil e pública, tomando para si todos os canais de comunicação uma das mais perversas mediáticas do Mundo. A exclusão dos negros e a usurpação das terras indígenas criou-se mais e 100 milhões de brasileiros sendo estes afro-ameríndio descendentes vivendo num patamar de escravidão, vivendo no desemprego e no subemprego com um dos piores salários mínimos do Mundo, e milhões vivendo abaixo da linha de pobreza, sendo as maiores vitimas da violência social, o sucateamento da saúde publica e o péssimo sistema de ensino, onde milhões de alunos tem dificuldades de uma simples soma ou leitura, dando argumentos demagógicos de sustentação a vários políticos que o problema do Brasil e a educação, sendo que na realidade o problema do Brasil são as péssimas condições de vida das dezenas de milhões dos excluídos e alienados pelo sistema capitalista oligárquico que faz da elite do Brasil tão poderosas quantos as do 1º Mundo. É inadmissível o salário dos professores, dos assistentes de saúde, até mesmo da policia e os trabalhadores de uma forma geral, vemos o surrealismo de dezenas de salários pagos pelos sistemas de televisão Globo, SBT e outros aos seus artistas, jornalistas, apresentadores e diretores e etc.
Manifesto da Revolução Quilombolivariana vem ocupar os nossos direito e anseios com os movimentos negros afro-ameríndios e simpatizantes para a grande tomada da conscientização que este país e os países irmãos não podem mais viver no inferno, sustentando o paraíso da elite dominante este manifesto Quilombolivariano é a unificação e redenção dos ideais do grande líder zumbi do Quilombo dos Palmares a 1º Republica feita por negros e índios iguais, sentimento este do grande líder libertador e construí dor Simon Bolívar que em sua luta de liberdade e justiça das Américas se tornou um mártir vivo dentro desses ideais e princípios vamos lutar pelos nossos direitos e resgatar a história do nossos heróis mártires como Che Guevara, o Gigante Oswaldão líder da Guerrilha do Araguaia. São dezenas de histórias que o Imperialismo e Ditadura esconderam.Há mais de 160 anos houve o Massacre de Porongos os lanceiros negros da Farroupilha o que aconteceu com as mulheres da praça de 1º de maio? O que aconteceu com diversos povos indígenas da nossa América Latina, o que aconteceu com tantos homens e mulheres que foram martirizados, por desejarem liberdade e justiça? Existem muitas barreiras uma ocultas e outras declaradamente que nos excluem dos conhecimentos gerais infelizmente o negro brasileiro não conhece a riqueza cultural social de um irmão Colombiano, Uruguaio, Venezuelano, Argentino, Porto-Riquenho ou Cubano. Há uma presença física e espiritual em nossa história os mesmos que nos cerceiam de nossos valores são os mesmos que atacam os estadistas Hugo Chávez e Evo Morales Ayma , não admitem que esses lideres de origem nativa e afro-descendente busquem e tomem a autonomia para seus iguais, são esses mesmos que no discriminam e que nos oprime de nossa liberdade de nossas expressões que não seculares, e sim milenares. Neste 1º de maio de diversas capitais e centenas de cidades e milhares de pessoas em sua maioria jovem afro-ameríndio descendente e simpatizante leram o manifesto Revolução Quilombolivariana e bradaram Viva a,Viva Simon Bolívar Viva Zumbi, Viva Che, Viva Martin Luther King, Viva Oswaldão, Viva Mandela, Viva Chávez, Viva Evo Ayma, Viva a União dos Povos Latinos afro-ameríndios, Viva 1º de maio, Viva os Trabalhadores e Trabalhadoras dos Brasil e de todos os povos irmanados.

http://vivachavezviva.blogspot.com/