quarta-feira, dezembro 05, 2007

RENAN E O SENADO SE MERECEM

"Não ha uma só prova contra mim!", parece dizer Renan Calheiros. Por cumplicidade, medo ou conveniência, 51 senadores fingiram que acreditaram nisso, e absolveram Renan...


RENAN E O SENADO SE MERECEM

Por 48 votos contra 29, e quatro abstenções, o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros, foi absolvido da acusação de que teria usado laranjas na aquisição de meios de comunicação em Alagoas.

Considerando o seu comportamento padrão nos últimos tempos, o Senado fez o que dele se esperava. Pelo espírito de corpo e pela cumplicidade que prevalece entre os senadores quando se trata de julgar um colega, surpresa seria se tomasse outra atitude que não a absolvição do chefe.

Durante todo o processo que mergulhou o senador alagoano num mar de denúncias que iam desde o recebimento de propina de empreiteira até a espionagem de colegas, passando pelo favorecimento a uma cervejaria e a sociedade secreta com o usineiro João Lira,na aquisição de meios de comunicação, ficou patente que a maioria dos senadores somente se movia no sentido contrário ao de Renan quando a pressão da opinião pública e da mídia era insuportável.

Licenciado da presidência Renan viu arrefecer os ânimos contra ele, e o clima do Senado desanuviar, ao mesmo tempo em que crescia o sentimento generalizado na Casa de que renunciando à presidência ele estaria suficientemente punido.Livre do cerco constante da imprensa e da pressão da opinião pública, que marcaram os meses em que ele esteve sentado na cadeira de presidente, Renan pode gozar de um quase providencial ostracismo, com liberdade para atuar nos bastidores em favor de sua absolvição.

A partir de então, a questão Renan deixou de ser uma questão predominantemente moral e ética, e passou a ser um caso eminentemente político (e imoral ), ou seja, a sua cassação ou não passou a estar condicionada a disputa entre o governo e a oposição pela aprovação da CPMF.

A princípio, o governo quis separar as duas questões com receio de que a volta da discussão sobre o caso Renan contaminasse e jogasse para segundo plano as discussões sobre a prorrogação do imposto. Percebendo que seria impossível divorciar as duas questões, o governo mudou de tática e patrocinou um acordo na sua base de apoio: o PT daria os votos pela absolvição de Renan sob o compromisso do PMDB de votar pela prorrogação do tributo. A primeira parte foi cumprida. Falta a segunda parte.

Justiça seja feita: não se pode culpar exclusivamente o posicionamento da bancada do PT pelo resultado da votação de ontem, embora ele tenha o seu peso. Igualmente contribuíram para o fim trágico, o pífio relatório do senador Jefferson Peres e a dissensão na bancada oposicionista – tucanos e democratas – onde alguns senadores discursaram a favor da ética , mas, na votação secreta, votaram com Renan.

Este Senado e o seu ex-presidente se merecem. Devem pedir desculpas um ao outro pelos transtornos mútuos causados nos últimos meses.O senadores partem, agora, após resolverem o problema da sucessão da presidência , para a decisão sobre a prorrogação da CPMF. Alguém ainda duvida do resultado?
051207

13 comentários:

Envergonhado disse...

Esse é o Brasil que nos envergonha. Todos nós sabemos que ele praticou quebra de decoro. Cadê as provas oficiais? Afinal laranjas no Brasil é pra isso.
Fernando, se fosse voto aberto iriamos exaltar os 29 PATRIOTAS que votaram pela cassação.

Reinaldo disse...

Fernado Soares, vc acertou na mosca: realmente eles se merecem. Nós é que não merecemos.Na verdade, o que faltou foi caráter, decência, vergonha na cara. Uma corja de bandidos que ainda riem às nossas custas. Quando o Presidente Lula diz que o DEM governa há 500 anos esse país (mas que falta que o primário faz...!), será que ele já olhou para o lado? Essa gente com quem ele alegremente se alia é quem governa o país há tanto tempo. E que responde por índices econômicos, sociais e humanos tão baixos em Alagoas, no Maranhão, em Roraima e por aí vai. Palmas para o PT. Palmas para a esquerda no poder.

Anônimo disse...

Cada povo tem os políticos que merecem. Esta corja não chegou no Senado por obra do acaso. Alguém a colocou lá

Anônimo disse...

Nome:LULLALAU e seus PTralhas NEO-NAZI-FACISTA.
MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO! ASSASSINOS! Estando matando um Santo e um Rio.

Comentário:
Barra, 21 de fevereiro de 2007 Quarta-feira de Cinzas Caro Presidente Lula Paz e Bem! Escrevo-lhe hoje, dia em que a Igreja do Brasil lança a Campanha da Fraternidade 2007 sobre a Vida da Amazônia e toda a sua riqueza humana e natural. O objetivo desta carta, amiga e fraterna, é retomar o diálogo que assumimos juntos por ocasião de nosso encontro no dia 15 de dezembro de 2005 em sua sala de trabalho no Planalto. Agradeço pelas oportunidades que os representantes da sociedade brasileira e os representantes do governo tivemos de debater assuntos tão importantes como: Projeto de Revitalização do Rio São Francisco, Projeto de Transposição de águas do Rio São Francisco, Projeto de Desenvolvimento Alternativo para o semi-árido brasileiro, na busca de um consenso que soe em acontecer numa sociedade democrática. Retomo quando a humanidade, estarrecida, toma consciência das conseqüências do aquecimento global, com impacto em todo o planeta, particularmente na vida de bilhões de seres humanos, inclusive na já historicamente oprimida e humilhada população nordestina. O nordeste brasileiro vai ficar mais quente, estiagens mais longas, inundações mais arrasadoras, mais dificuldades de se viver. Retomo quando o senhor fala em iniciar as obras de transposição, consumindo inicialmente 6,6 bilhões de reais, mais de 50% de todo o orçamento destinado a recursos hídricos no Programa de Aceleração de Crescimento (PAC). Retomo quando o Tribunal de Contas afirma publicamente, em seu relatório, que o Projeto de Transposição das Águas do São Francisco não atinge o número de municípios e de pessoas que afirma atingir. Retomo quando a Agência Nacional de Águas (ANA), organismo de Estado, criado para pensar estrategicamente o uso da água no Brasil, propõe 530 obras para solucionar os problemas de abastecimento em todos os núcleos urbanos acima de 5.000 (cinco mil) habitantes do semi-árido brasileiro até 2015. Essas obras beneficiariam as populações mais necessitadas, e custaria 3,3 bilhões de reais, portanto, mais baratas, mais abrangentes, mais eficientes que qualquer obra de transposição. Retomo quando o Rio São Francisco está cheio e sua população ribeirinha, a quinhentos metros do rio, passa sede, como mostrou nessa semana o Jornal Nacional. Retomo quando menina sem-terra, depois sem-água, morreu afogada num canal que supre os perímetros irrigados de Petrolina, por ter ido ?roubar? água para matar sua sede e de sua família. Em nosso encontro, acima referido, o senhor me disse que ?não seria louco de levar essa obra à frente se apresentássemos uma alternativa melhor?. Agora, somando as obras propostas pela ANA juntamente com o trabalho de captação de água de chuva desenvolvido pela Articulação do Semi-Árido (ASA) no meio-rural, o senhor tem uma escolha muito melhor, pela qual realmente seria considerado um governante único no nordeste brasileiro, sua terra natal. Não faltam alternativas. Falta uma decisão política. Senhor presidente, sempre vestimos sua camisa. Ainda estamos vestidos nela. Nossa contribuição de fiel militante da causa do povo é para que o senhor seja verdadeiramente aquilo a que se propôs, o de ser o presidente dos pobres deste país. Receba nossa saudação amiga e fraterna, com os votos de uma Feliz e Santa Páscoa de Nosso Senhor Jesus Cristo. Dom Frei Luiz Flávio Cappio,OFM Bispo Diocesano de Barra - Bahia

Anônimo disse...

ERRAR UMA VEZ É HUMANO, VIVER BEBENDO E ERRANDO É LULLA, MANO!

Anônimo disse...

MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO!
Comentário:
NUNCA OS RICOS E TODOS OS BANQUEIROS GANHARAM TANTO NUM GOVERNO COMO NESTE DESGOVERNO DO LULLAU-PTOQUIO, E O FDP AINDA ESTA JOGANDO A CONTA NAS COSTAS DA OPOSICAO. E MUITA FROUXIDAO!ou muita podridao!

Ilton disse...

O governo nos vem com a conversa mole de que a CPMF é para os pobres. MENTIRA. Ela foi criada para atender a saúde( portanto, para ajudar os pobres) mas teve a sua finalidade desviada da original. Hoje ela serve pra tudo. Mas o governo aprova porque tem uma maioria submissa e uma opoosição fraca

Anônimo disse...

CPTMF, VIAGENS E PINGA - É DISSO QUE O VÉIO GOSTA.

MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO!

NUNCA OS RICOS E TODOS OS BANQUEIROS GANHARAM TANTO NUM GOVERNO COMO NESTE DESGOVERNO DO LULLAU-PTOQUIO, E O FDP AINDA ESTA JOGANDO A CONTA NAS COSTAS DA OPOSICAO.
É MUITA FROUXIDAO!(ou muita podridao!).
O governo nos vem com a conversa mole de que a CPTMF é para os pobres. MENTIRA. Ela foi criada para atender a saúde (portanto, para ajudar os pobres) mas teve a sua finalidade desviada da original. Hoje ela serve pra tudo. Mas o governo podera aprova-la porque tem uma maioria submissa e uma oposição fraca.

Anônimo disse...

Fernando Soares,
Voce poderia fazer uma materia explicando a manipulacao da verdade pela propaganda oficial do Governo, que tem feito escodera a verdade, manipular os fatos, inverter o culpado ou implicados. Renam e qualquer fato ligado ao governo sao da conta do governo,mas este isola e joga pra outro, no caso do RENAM devolveu ao Senado. No Brasil so ha um poder, o do Presidente da Republica, os outros sao auxiliares ou de segunda categoria.

Anônimo disse...

MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO!

A coluna de Elio Gaspari, hoje, mostra que 16 das obras de reformas de estradas incluídas na proposta de Orçamento estão superfaturadas. Muito superfaturadas. Valores até seis vezes os de referência, que são praticados no mercado. Ou seja: provavelmente já embutem o valor da caixinha para as próximas eleições. Simples assim. Tudo indica que tem gente indo com sede demais ao pote...
Postado por Roberto Jefferson às 10:38 - 9/12/2007.

Anônimo disse...

Ah, meu Deus!
Será que agora terei de aderir ao maoísmo e dizer que não me importa a cor dos gatos desde que eles cacem os ratos?
Não tou nem aí se os oposicionistas realmente estão contra mais impostos ou se estão interessados apenas em aplicar uma derrota ao governo Lula.

O que importa — e isso parte da oposição está fazendo — é lembrar que os impostos existem por causa dos gastos. E, vejam só, uma parcela dos brasileiros está hoje interessada em saber aonde vai a grana que repassa ao governo.

Descobre-se, por exemplo, que vai para a TV Pública, aquela que ninguém vê e que consumirá uma fábula de dinheiro. Ou para a “universidade bolivariana” do Mercosul (ver notas de ontem). Não dá. Lula teve uma elevação de arrecadação de quase R$ 26 bilhões. A CPMF lhe renderia R$ 40 bilhões? Pois é: teria de cortar apenas R$ 14 bilhões em gastos. Se fechar a TV Pública, já economiza quase R$ 1 bilhão.

Mas sei: ele diz que a Saúde vai pagar o pato. Por que não estrangular, então, o pato da propaganda e da conversa mole?

Anônimo disse...

Feminismo paraense

A governadora Ana Júlia, do Pará, é um exemplo típico da periculosidade da arrogância petista no poder. Depois de permitir que, bem embaixo de seu nariz, uma menina (de 15 anos)fosse violentada (por 34 presos) por mais de 30 dias em uma cela de detenção masculina, e ter reconhecido que isso acontece muito por aqueles lados deste nosso triste Brasil, ela agora tenta jogar a culpa de todos os problemas de que é acusada no fato de ser mulher e, conseqüentemente, parte de uma minoria perseguida. Ora, governadora, esse argumento não cola faz muito tempo. Não é por ser mulher que a senhora está sendo acusada de compactuar com as muitas safadezas detectadas em sua gestão. Mas sabe que, por ser mulher, a senhora bem que deveria se indignar mais com a triste situação a que seu governo e seus acólitos reduziram a vida daquela pobre criatura? Será que ela é menos mulher do que a senhora?

Anônimo disse...

CPTMF, VIAJAR E PINGA - É DISSO QUE O VÉIO GOSTA.

MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO, PRA ONDE VAI A CPTMF.

MENSALÃO DO LULLALAU-PTOQUIO! A coluna de Elio Gaspari, hoje, mostra que 16 das obras de reformas de estradas incluídas na proposta de Orçamento estão superfaturadas. Muito superfaturadas. Valores até seis vezes os de referência, que são praticados no mercado. Ou seja: provavelmente já embutem o valor da caixinha para as próximas eleições. Simples assim. Tudo indica que tem gente indo com sede demais ao pote...

Postado por Roberto Jefferson às 10:38 - 9/12/2007.