quinta-feira, junho 21, 2007

REFORMA POLÍTICA OU REFORMA NOS POLÍTICOS?


FOTO:Lula, Renan, Sarney e a turma do mensalão: o descréditos dos políticos pelo povo pode levar qualquer reforma política, mesmo as necessárias, ao fracasso...

REFORMA POLÍTICA OU REFORMA NOS POLÍTICOS?

Três temas estão na pauta do Congresso, a respeito da reforma política. Um trata da fidelidade partidária, outro se refere ao financiamento das campanhas eleitorais e o terceiro trata do voto em lista, o que tem provocado maior controvérsia. Para muitos, e neste aspecto os partidos parecem estar chegando a um consenso, o voto no partido, ao contrário do sistema atual em que o eleitor vota no candidato, valoriza o programa partidário, fortalece os partidos e enfraquece o personalismo,a demagogia e o clientelismo das campanhas eleitorais , eliminando da vida política personalidades que têm fácil apelo popular, mas nenhuma vocação para política ou compromisso com a atividade pública. É incontestável que o voto em lista é um passo adiante no sentido do aperfeiçoamento democrático, especialmente se vier acompanhado do regime parlamentarista, o que não é intenção da presente reforma.

A discussão se volta, agora, e neste ponto não existe consenso, para que tipo de lista: lista fechada ou lista flexível.O temor de muitos está em que a adoção do sistema de lista fechada – em que a ordem dos candidatos na lista é preestabelecida pelo partido e não pode ser alterada pelo eleitor – fortaleça o poder dos caciques e desestimule a renovação do parlamento. Como saída, vem sendo proposta a adoção do sistema de “lista flexível” no qual o ordenamento dos candidatos na relação feita pelo partido em suas convenções poderá ser alterado pelo voto do eleitor nos seu candidato preferido.

Porém, a reforma política,, tão necessária e urgente, passa distante das preocupações da maioria dos nossos eleitores. O comportamento pouco ético e as denúncias de corrupção envolvendo políticos, colocaram a classe política na lanterna do ranking da credibilidade e confiabilidade das instituições. Pouca gente acredita nos políticos, e esta descrença contamina quaisquer reformas que venham a ser feitas no Congresso, mesmo que , em tese, tenha um caráter inovador e moralizador da política.

Reconquistar a confiança do cidadão-eleitor através de uma mudança nos padrões de comportamento, na adoção de uma postura ética, e numa demonstração clara de compromisso com os interesse público, é tão ou mais importante do que qualquer reforma política que possa ser feita. Se as mudanças políticas contribuírem para a mudança no comportamento dos nossos políticos, então, elas serão bem-vindas.
190607

7 comentários:

choro de tucano disse...

Renan ameaça seus colegas de senado. E faz muito bem!
Gostaria de me dirigir aos políticos (EM GERAL), e fazer uma só pergunta: QUEM DE VOCES É MAIS SANTO QUE O SENADOR RENAN CALHEIROS? Conheço muito bem esta raça. E os idiotas que compõem a MIDIA, neste país, ainda acham que haja algum político que trabalhe em favor da Opinião Pública. Podem malhar à vontade o Senador Renan Calheiros, estão no seu papél, mas como ficam os outros? Impunes? Ou voces acham que o Brasil vai melhorar e os políticos vão se tornar Santos depois que o Senador Renan Calheiros deixar a Presidência do Senado, ou for cassado? A MIDIA nunca me engana, só faz este escarcel todo porque quer atingir o Presidente LULA.

rosena disse...

Ola Fernando Renan endoidou de vez e ameaça chutar o pau da barraca e fallar tudo o que sabe a respeito dos seus colegas. ótimo!!! assim ele faz um bem para o brasil coisa que ainda não fez.O chorão continua fora da realidade coitado. Petista não tem senso de realidade . só sabem repetir o que o chefe diz e manda.

Anônimo disse...

GOVERNO LULLA VAI MUDAR O DÍSTICO DA BANDEIRA BRASILEIRA; SAI "ORDEM E PROGRESSO" ENTRA "RELAXA E GOZA"
É O FIM!!!

Rebeca disse...

Oi Fernando,
A mudança tem que ser tanto a nível de sistema político quanto nos políticos.
A sociedade brasileira precisa disso.
Do jeito que os políticos agem, não tem como ficar e aceitar mais.
É ultrajante, imoral, amoral, vergonhoso o que assistimos.
Reforma geral já. Renovação já.

feitosa( fortaleza) disse...

Vamos votar na vedrdade em bandos, pois não existem partidos políticos no Brasil. É o que o noticiário nos mostra todo santo dia. A lista vai legitimar o que já é uma realidade: o país é controlado por máfias. É só ver a cara do Lula empossando o Maluquete Mangaba. Por que um presidente eleito com a maior votação já dada a alguém neste país tem de passar por aquele constrangimento? Não viu quem não quis.

Anônimo disse...

Pra mim essas mudanças não significarão absolutamente nada pois ja estou decidido a não votar em mais ninguém.Daqui pra frente safado nenhum leva mais meu voto.Basta !!!

lins disse...

Financiamento publico, sem valores estipulados??? Votação em Lista ??? Nós brasileiros seremos obrigados a patrocinar a campanha dos caciques, e, depois como cordeiros comparecer as urnas para ratificar a ditadura dos partidos ??? Esses srs por acaso sao chavistas ???