terça-feira, maio 29, 2007

RENAN NO FIO DA NAVALHA

O caso do Senador Renan, infelizmente, já não surpreende. Assim como a sociedade parece anestesiada em relação ao aumento da violência urbana e reage com indiferença crescente aos crimes cada vez mais bárbaros que diariamente pontuam no noticiário, ela se mostra cada vez mais passiva diante da sucessão de casos de corrupção envolvendo desde vereadores dos mais humildes municípios até figuras graúdas da política brasileira.



RENAN NO FIO DA NAVALHA

Mais uma vez, um presidente do Senado é apanhado com a mão na massa . Agora foi o Senador Renan Calheiros, que no embalo da “Operação Navalha” se vê envolvido numa grave denúncia de recebimento de propina de uma empreiteira. Antes dele, havia sido Antonio Carlos Magalhães, que, acusado de responsável pela violação do painel do Senado, foi submetido ao Conselho de Ética e, para não ser cassado, optou pela renúncia. Depois, foi a vez do senador Jader Barbalho, denunciado por desvio de dinheiro público no Pará, a tomar o mesmo caminho do seu antecessor. Alem de judicialmente terem permanecido impunes, ambos foram premiados pelo seu eleitorado com o retorno ao Congresso - ACM como senador, e Jader como deputado federal.

No imbróglio atual, Renan já sinalizou que não quer ser o bode expiatório da história, e se tiver que ir para o cadafalso, muita gente boa poderá lhe fazer companhia. . E Renan , pela posição que ocupa e pela influência que desfruta, fala com conhecimento de causa. É pública e notória a promiscuidade estabelecida entre agentes públicos e empresas com interesses no setor público, em especial empreiteiras. Renan, um dos políticos mais poderosos da república lulista, sabe, mais do que ninguém, que uma significativa parte dos parlamentares tem ligações suspeitas com estas empresas e que , portanto não teriam moral ou coragem para propor uma investigação séria contra ele no Congresso.

Na tarde desta Segunda Feira, o senador alagoano ocupou a tribuna do Senado e representou com pouco talento o seu papel de vítima. Preferiu direcionar a sua “defesa” ao caso do relacionamento extra conjugal que lhe gerou uma filha ,como se vítima fosse de uma invasão de sua vida privada pela imprensa, quando, todos sabemos, o foco do principal são as denúncias da revista Veja de que a amante do senador, jornalista Monica Veloso e a filha de três anos recebiam mensalmente do lobista Claudio Gontijo, funcionário das Mendes Junior uma pensão de R$12 mil, além do aluguel de um apartamento de quatro quartos em Brasília. Ao final do discurso pouco convincente para qualquer cidadão medianamente inteligente, parlamentares e políticos se disseram “satisfeitos” com as explicações e “convencidos” da inocência do cacique pemedebista.

A solidariedade prestada ao presidente do Senado pelos seus colegas é sintomática. Nos salões do Congresso muitos temem que a abertura de uma CPI para investigar este e outros casos relacionados à Operação Navalha faça o esgoto transbordar e espalhar sujeira em todos os cantos. Não é sem motivo que mesmo parlamentares da oposição, sempre prontos a tomar a linha de frente quando se tratam de denúncias que atingem exclusivamente o governo, desta vez tenham se mostrado tão reticentes quanto à necessidade de abertura de investigações. Aliás, o Congresso que deveria, em situação normal, ser o palco dos projetos de interesse público e dos debates em alto nível, tem se assemelhado nos últimos anos muito mais a uma delegacia de polícia do que a uma Casa legislativa, tal o número de inquéritos policiais que têm ocupado grande parte de suas atividades.

O caso do Senador Renan, infelizmente, já não surpreende. Assim como a sociedade parece anestesiada em relação ao aumento da violência urbana e reage com indiferença crescente aos crimes cada vez mais bárbaros que diariamente pontuam no noticiário, ela se mostra cada vez mais passiva diante da sucessão de casos de corrupção envolvendo desde vereadores dos mais humildes municípios até figuras graúdas da política brasileira baseadas na presidência da república, no Congresso e nos Tribunais Superiores. É esta passividade da sociedade acompanhada pela impunidade que faz com que muitos temam pelo futuro deste país.
290507

11 comentários:

Anônimo disse...

Tudo isto é horror.Mas, ao menos num governo Lula que é sério, se pode notar quem é quem. O PMDB pregou moral, mas, não consegue apresentar nome para ministro, porque estão enrolados,agora o Renan, que ja foi ministro de FFHC, está enrolado até o pescoço. Ganha 13 mil como Senador e paga 16 como pensão.Páre de mentir Sr Renan.

Anônimo disse...

Tem mais.
Já que este assunto da "pulada de cerca" de Renan se tornou trágico e ao mesmo tempo cômico, aliás como tudo o que acontece lá pelas bandas de Brasilia, assistindo a cômica defesa do nosso emérito "pulador" que estava ladeado de sua "parente" mais próxima logo na primeira fila, e de seus pares, constatei que se ele ficasse com o "resultado" de sua republicana "pulada de cerca", com certeza o seu "ganho" pelo menos "estético" teria sido bem melhor, voce não acha?.

rosena disse...

Olá Fernando, a historia se repete.Quantas pessoas estão indignadas com tudo o que acontece? O acusado vai la, discursa, chora suas mágoas se diz inocente e depois começa a operação abafa.Se não der certp resta o caminho da renuncia e depois volta nos braços do povo analfabeto e ignorante. É revoltante mas é a realidade deste país nada sério.

Jorge disse...

Quero felicita-lo pelo seu blog. Quanto ao tema,os políticos corruptos brasileiros deveriam imitar o ministro japonês da agricultura que se enforcou por ter sido acusado de mal versação de recursos públicos. Vale ressaltar que os crimes cometidos por nossos políticos são muito mais graves.
Seria ótimo ver os seguintes políticos enforcados: Maluf, Collor, Lula, Palocci, Delúbio, Genoíno, Roberto Jeferson e muitíssimos outros.

totti disse...

É isso aí!! Se gritar pega ladrão não fica um meu irmão!O senador Arthur Virgíio, bravo lider do PSDB falou e disse: "Renan é um homem de bem e ele não tem pq duvidar dele, apesar de ser pressionado pela imprensa a fazer isto." Entre a palavra de Renan e a dos advogados da ex _amante9?) do senador, ele fica com Renan . Então tá. Ele tb tem lá as suas amantes com certeza. Receberá propina de alg construtora???

nidia disse...

É isso Fernando, estamos preocupados com o que virá. O que mais poderá acontecer? Qual será a nova bomba que cairá sobre as nossas cabeças? Quando penso no futuro me vem à mente algo como MAD MAX, já viu?

Rebeca disse...

Oi Fernando,
Tenho duas visões do novo escândalo/caso de Renan Calheiros.
Visão política: Tudo um horror mesmo.Já passa do limite do aceitável, do admissível para novos casos de corrupção, desvio de dinheiro no governo do Lula e não haver cobrança, justiça, punição dos acusados e principalmente a devolução do dinheiro aos cofres públicos com juros e correção monetária. O pior de tudo: são apaludidos, defendido por colegas.Como bem disse, a sociedade está passiva, atônica e não reage mais a “mais um caso” de corrupção. Como Renan tem o poder nas mãos e os demais políticos rabos presos, sabemos que acabará numa indigesta pizza e com estragos para toda sociedade.
Quisera Deus se nossos políticos tivessem vergonha na cara, brio, fossem honestos, respeitasse o povo brasileiro e suas famílias e “enforcassem mesmo”. A sociedade e o povo brasileiro agradecem. Única luz no fim do túnel, acredito eu, se segmentos da sociedade mais bem organizado, com poder de decisão reagissem de uma forma mais eficiente. Esperar a reação do povo na rua é .......no mínimo....muito utópico.
Visão de mulher: como no seu artigo anterior, já mencionei o quão considero importante a integridade da família e ter um sistema educacional de qualidade. Família x educação = sociedade sadia, bem estruturada consciente de seus deveres e direitos de cidadão. É no seio da família onde tudo começa, se constroi um ser humano e se reflete numa sociedade.
Tive repulsa de ver sua esposa exposta em rede nacional, agindo como uma mulher submissa, humilhada, agindo como escudo para sua família e o pior, servir de peça útil para defender, justificar o injustificado ato de seu marido.
E no final Renan ser aplaudido por ser corrupto, adultero. É sinal dos fins dos tempos, da falta de valores dignos para compor uma família. É imoral, amoral, acaba com a decência da família, do valor do respeito ao outro. É vergonhoso para todos nós.
E quando dias atrás, numa infelicidade de Clodovil, disse: as mulheres brasileiras trabalham deitadas e descansam de pé, mal sabia ele que viria mais um caso de corrupção ligada a um caso de adultério. Mônica Velloso, pasmem, documentou e guardou “todas” as provas do adultério e certamente, fez de tudo para engravidar e resguardar o seu futuro financeiro. Certamente, as duas mulheres: a esposa e a amante não são modelos para serem seguidos.
Jamais gostaria de passar por tal situação e muito menos ver meus filhos em situação semelhante.

reinaldo disse...

Fernando.
Renan está no olho do furacão, sua capacidade de sobreviver será testada ao máximo. No fundo quase ninguém gosta dele. Por outro lado é muito útil a quem serve, seja ao PSDB ou ao PT. Como Ministro da Justiça do Período FHC Renan sabe não pouca coisa sobre os tucanos. Chantageará. Agora perceber-se que Agripino está na sua mão e ACM não quer CPI. Tuma antecipou sua absolvição. O que importam as opiniões da PF e do MP. Eles trabalham com provas.

choro de tucano disse...

Tem muito nhe nhe nhe nhe neste blog. Chegou a hora de Lula dar um chute neste congresso, se livrar desta corja , reformar a Constituição e governar para o povão que o adora, como vem fazendo Chavez na Venezuela. Enquanto Lula ficar agarrado a este tipo de picaretas ele vai afundando junto com eles. E aí Lula? Vamos recuperar a sua biografia. É fácil O povo está contigo.

Anônimo disse...

Lula bunda mole continua engolindo sapos da dupla setaneja Chavez e Morales.

Rebeca disse...

Oi Fernando, oi pessoal,
Lula é mais que uma bunda mole.
Gosta de tratar tudo na superficialidade das coisas e não assume nada. Literalmente está tirando mais uma vez o seu da reta.
Como nós brasileiros precisamose gostaríamos de uma resposta à altura pra Chávez, Lula vai de fininho dizendo: ainda não conversei com Chávez....e querem saber o meu próximo destino de umas férias deliciosas.....India. Todos os brasileiros podem ficar com uma ponta de inveja rsrsrsrs.