segunda-feira, outubro 02, 2006

VITÓRIA DA RAZÃO

Felizmente, a maior parte do eleitorado, que parecia apática e descrente reagiu com altivez e lucidez.Ao não permitir a eleição de Lula no primeiro turno, ela deu o seu recado, ao deixar claro que quer, nos próximos dias, um debate franco e aberto. Mais do que isto, ela quer que Lula saia da toca onde se escondeu ao longo do primeiro turno, venha a público e seja confrontado com os atos e fatos obscuros do seu mandato.



VITÓRIA DA RAZÃO

Foi uma vitória da razão. A maioria dos eleitores teve um surto de racionalidade que conduziu a decisão final para o segundo turno. Felizmente. Com 100% das urnas apuradas, Lula teve 48,61% dos votos válidos, seguido por Alckmin com 41,64%, Heloisa com 6,85% e Cristovam com 2,64%. Os demais candidatos juntos, ficaram com 0,26%. O percentual de votos nulos chegou a 5, 68%, menor do que o registrado em 2002.Fazendo uso de uma analogia, a oposição conseguiu empatar o jogo no último minuto e levou a decisão para a prorrogação ( 2º turno). No futebol, o time que empata no último minuto, quando o adversário já se considerava vencedor, volta ao jogo com a moral elevada.Espera-se que assim aconteça com a oposição.

Digo que o eleitor brasileiro teve um surto de racionalidade, porque não se deixou contaminar pelo discurso passional, demagógico e populista do presidente-candidato, nem tampouco pela pregação niilista dos que defendiam o voto nulo, que, ao final, certamente favoreceria a Lula.

O primeiro turno realizou-se num clima tenso, com graves acusações e sob forte suspeição. Sem contar que Lula havia chegado às eleições desmoralizado pelas sucessivas denúncias de ilicitudes em seu governo, a campanha eleitoral ficou contaminada pela suspeita de corrupção devido a um , ainda não esclarecido caso de fabricação e compra de dossiê contra adversários tucanos por membros das equipes de campanha de Lula e de Mercadante. Caso ocorresse a vitória de Lula no primeiro turno, certamente ela seria contestada na Justiça – e com razão! – pela oposição, abrindo um ambiente de choque político e de total ingovernabilidade .para Lula.

Felizmente, a maior parte do eleitorado, que parecia apática e descrente reagiu com altivez e lucidez.Ao não permitir a eleição de Lula no primeiro turno, ela deu o seu recado, ao deixar claro que quer, nos próximos dias, um debate franco e aberto. Mais do que isto, ela quer que Lula saia da toca onde se escondeu ao longo do primeiro turno, venha a público e seja confrontado com os atos e fatos obscuros do seu mandato.

Lula sabe que, muito mais do que para a oposição, ele foi derrotado – sim, a realização do 2º turno é uma derrota de Lula! – por ele mesmo. Ele foi derrotado pelos malfeitos de seu governo, pela incompetência na escolha de seus auxiliares, pelo temor de se expor ao diálogo e ao debate, pela arrogância com que tratou seus adversários e aliados, pela ausência de um projeto de governo. Portanto, muito mais do que enfrentar Alckmin, ele terá que se ver consigo mesmo e rever todo o seu (des)governo.

Mas Lula não está morto. Longe disso. A oposição errou quando, no auge da crise do valerioduto-mensalão, pensou que ele estivesse ferido de morte. E tornará a errar se voltar a pensar da mesma forma. Mais do que nunca, Alckmin tem que bater sem piedade e sem tréguas nos pontos fracos do seu adversário. Tem que deixar claro o que o distingue do seu adversário em matéria de ética pública e eficiência administrativa.Tem que apresentar ao eleitor um projeto de governo claro e consistente, que vise o crescimento econômico sem a aceleração da inflação, o enxugamento da máquina governamental com a diminuição dos gastos inúteis e o aumento da eficiência, e com uma política social que integre gradativa e efetivamente grandes parcelas de excluídos , sem a marca do puro assistencialismo.

Por seu turno, Lula, provavelmente sem outros recursos mais convincentes, vai apelar para o seu velho discurso maniqueísta, populista e messiânico. Maniqueísta quando insiste na divisão da sociedade entre a elite malvada e a pobreza explorada, colocando-se, é claro, como o defensor dos segundos e dizendo-se vítima de conspiração dos primeiros.Populista, quando reforça as promessas de transferir cada vez mais os recursos arrecadados dos ricos malvados – leia-se classe média – para os pobres explorados, através de programas assistencialistas como o Bolsa Família, o Fome Zero e outros . Messiânico, quando apela de vez para uma espécie de misticismo político, e misturando Cristo, Tiradentes e Antonio Conselheiro, se considera como corpo e alma do seu povo eleitor disposto a conduzi-lo à terra prometida.

Portanto, o que todos esperamos é que, finalmente, aconteça o debate. Que as questões cruciais envolvendo o Estado brasileiro, as políticas governamentais e a ética na política venham à tona. Que o governo de Lula seja esmiuçado e exposto de maneira nua e crua. E que, mais uma vez, o eleitorado brasileiro seja tomado pela racionalidade, altivez e dignidade , e não permita que a corrupção, a incompetência , o autoritarismo e a arrogância saiam vencedores em 29 de outubro.


QUEM APOIA QUEM

Iniciam-se os acordos visndo o segundo turno presidencial. Aguarda-se com expectativa o rumo que Heloisa Helena e Cristovam Buarque irão tomar. Pela lógica, é de se esperar que a candidata do PSOL permaneça neutra- afinal, bateu tanto em Lula quanto em Alckmin. Mas não será surpresa se o DNA petista falar mais alto e ela declarar o seu voto em Lula.Quanto a Cristovam,por tudo o que ele pregou na campanha, será , no mínimo, contraditório que ele declare seu apoio a Lula ou mesmo que permaneça neutro. Afinal, o PDT, seu partido, se colocou desde o início , em franca oposição ao governo Lula, e o perfil do eleitorado que confiou em Cristovam também é de oposição. Por isto, causa estranheza o fato de Cristóvam ainda não ter declarado o seu voto em Alckmin .Mesmo assim, o voto de um e de outro pouca influência terá sobre “seus” eleitores.
021006

9 comentários:

lula lá outra vez!! disse...

VC trata a vitória de Lula como derrota!O fato é que Lla venceu o primeiro turno Venceu na maioria dos estados. Além disso desbancou ACM na bahia. É pouco?Não sei de onde vc tirou a idéia de que a vitória foi da oposição. Quem votou em Heloisa Helena pode ter certeza que vai votar em Lula. A esquerda vai se unir porque sabe que o projeto dos tucanos é conservador e entreguista. pode ter certeza é Lula na cabeça!!!!

lula lá outra vez!! disse...

Ia me esquecendo o PT fez a maior bancada da camara federal, nada mal para um partido que alguns "experts" do blog davam como morto!!!

Engraçado, mas eu me sinto revigorado com esse 2º turno, vamos retomar as ruas e expulsar os rufiões...

Emerson disse...

Fernando
Alckmin vai a debate na OAB; Lula não sabe
O candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB), aceitou hoje o convite do presidente nacional da OAB, Roberto Busato, para debater suas propostas de governo com o Conselho Federal da entidade. Alckmin vai à sede da OAB, em Brasília, no próximo dia 17, às 15h, para debater com os advogados. O mesmo convite foi formulado ao presidente Lula (PT), que ainda não sabe se o aceitará e por isso não respondeu. O segundo turno da eleição presidencial acontecerá no próximo dia 29.

Esperamos que o outro candidato não fuja do encontro, como os ratos fogem dos gatos.

ALGUEM disse...

Foi exatamente a sabedoria popular que não permitiu que elle ganhasse no 1º turno.
Que continue assim e ela não permita que elle ganhe no 2º.

nidia disse...

Salve amigos
Uma coisa é certa, o PT deve ter "escarafunchado" a vida política do Geraldo de ponta a ponta para conseguir uma provinha sequer de corrupção ou coisa que o valha, e não conseguiu, tendo que apelar para um dossiê, supostamente forjado, como "solução" de última hora, que deu com os burros n`água e foi um tremendo gol contra, como disse o nosso amigo em comentário anterior. Portanto acho que nesse campo o Geraldo pode se sentir bem à vontade para desfiar o rosário de crimes do Lula, sem dó nem piedade.
Mas acho que a coisa está ainda bem difícil. Foi muito expressiva a porcentagem de votos do Lula, e não foi maior pq uma grande parcela de seus eleitores "erraram" o voto.
Na minha opinião a atitude da HH, em não manifestar o seu voto foi muito coerente e honesta. Seus eleitores devem estar, no momento, com a sensação do dever cumprido e satisfeitos com a performance de sua candidata. Já os eleitores do Cristovam devem estar com a sensação de terem sido traidos com essa indecisão absurda em não se manifestar e ficar em cima do muro. Essa dúvida nos magoa muito e chega a nos fazer ficar sem chão. Para muitos a confiança na política e nos políticos está por um fio tamanha a descrença no ser humano político, e pessoas como o Cristovam ainda mantém esse fio de esperança. Porém se ele vier a fazer um acordo com o Lula e apoia-lo, mais que passar uma borracha em tudo o que ele falou até hoje, ficará uma grande cicatriz em todos nós e o fio de esperança poderá se romper.

Sofia disse...

Olá Lula lá.....
Você há de concordar mesmo que esta “falsa vitória” do Lula pode-se considerar como uma derrota. Analise sob outras óticas:
- ele usou TODA máquina do governo ao seu favor;
- ele ganhou maior número de votos nos estados onde o índice de pobreza é maior e dependerá do seu auxílio-migalha da bolsa-família, com exceção de Minas e Rio(lapso desde pessoal, pois são, digamos, são excêntricos na escolha de seus políticos); os baianos, que de uma certa forma deram um voto de protesto ao mandos e desmandos de ACM. Então Lula não está com toda bola não. Estados importantes tanto na parte econômica e maior numero de eleitores Lula perdeu em votos. Será pq heim?
A realização do 2º turno será muito importante para o Brasil, para consolidar de vez a democracia. Não podemos mais ficar vendo tantos escândalos e desvios de bilhões de reais com a participação efetiva do partido do governo e não termos punições severas, esclarecimentos......
Agora será para valer..... e a sabedoria do povo ( dos mais simples aos pós-doutorandos) votará novamente no melhor para o Brasil e com certeza não será Lula na cabeça rsrs.
E Nídia, seja otimista, o povo independemente do apoio de HH e CB saberá votar cert. É só aguardarmos alguns dias para sabermos.
E cá para nós: foi ótimo,maravilhoso haver o segundo turno por outro aspecto que ninguém comentou: abaixou a arrogância, prepotência de Lula e de seus aliados.Como ele já considerou e comparou a Jesus, e a ele tudo pode e considera que está acima do bem e do mal, foi uma lição para ele: a da humildade, seu telhado é de vidro.
Outra: o povo quer explicações dos fatos e não adianta falar mais que ele NÃO SABIA de nada. A máscara vai cair, não se consegue ser sólido em cima de mentiras.

Júlio César Montenegro disse...

Olhaí, Nidia, não precisa escarafunchar nada. Basta que os cúmplices do ex-governador Pinóquio abram as 59 CPIs que os deputados estaduais do Partido Só De Bicões mantiveram engavetadas nos 12 anos em que vêm mandando e desmandando em SP. Seria bom ele explicar porque o PCC foi considerado inoperante POR ELE MESMO até que saiu e, coincidentemente?!, a batata pegou fogo nas mãos do Cláudio Lembo. E porque esse Pinóquio da "elite perversa" (Cláudio Lembo sabe...)falou tão mal da "bolsa-esmola" no começo da campanha e acabou prometendo aumentá-la e estendê-la? E o CHOQUE DE ROMBO que Geraldinho deixou na finanças estaduais? Mais uma: o dinheiro do dossier já estamos cansados de "ver" (na foto...) mas... e o CONTEÚDO, que a mídia esconde cuidadosamente, protege a QUEM? Aliás enquanto ele estiver debaixo das amplas saias da mídia gorda saudosa das privatizações safadas a catinga pode ser muita... mas não chega até os eleitores. Pra cantar: "São Paulo dá café/ Adhemar, Jânio e Maluf/ e Geraldo Alckmin"

nidia disse...

Pois é meu caro júlio César, essa é a minha dúvida também. Porque os criminosos " do colarinho branco" não são punidos? Não é de hoje, e olha que eu já estou na estrada a algum tempo, que a gente vê denuncias cabeludas sobre crimes dos políticos e, nada acontece. Quem já teve que devolver dinheiro aos cofres públicos? e a coisa continua por conta da impunidade, pois os colegas de quadrilha protegem-se uns aos outros e toda essa vergonha continua. O que eu reclamo é que no governo do Lula a coisa piorou muito. Antes os políticos escondiam muito bem seus atos criminosos. Hoje eles não fazem questão de esconder e quando a gente fica muito indignada eles querem nos convenser que isso é normal. E a atitude do presidente substimando a nossa inteligência e o nosso poder de raciocínio, insiste em dizer que não sabe de nada!!! O presidente acha que está lidando com quem? Ele tem o desejo de governar para pobres miseráveis que não questionam porque não tem substrato energético para isso, mas para infelicidade dele tem uma parcela da população que ainda consegue se manter, apesar de estar remando contra a maré e teimosamente sobrevivendo. Essa parcela da população ainda pensa!!!
O que eu pretendi dizer no comentário anterior, não foi que o Geraldo não tenha feito alguma jogada em seu governo,não sei de nada, o que eu quiz dizer foi que o PT não descobriu nada, captou?

rosena disse...

Nidia Contra Ackmin pelo que sei existe apenas o caso dos vestidos de sua esposa doados ela daslu, e um caso de financiamento de revistas e jornais co dinheiro de bancos do estado. nada mais. Já o lula tem que responder uma montana de denúncias contra ele. Esta é a diferença