segunda-feira, outubro 23, 2006

O TERCEIRO TURNO


A atual batalha eleitoral contra o lulismo parece estar perdida. Mas a guerra mal começou. A provável derrota em 29 de outubro só será pronta e acabada nos meses posteriores, se a oposição e todos aqueles que querem preservar a democracia cruzarem os braços e se conformarem com a vitória de Lula ao final de um processo eleitoral em tudo e por tudo marcado pela suspeita de fraude e corrupção. Sim, porque o falso dossiê antitucano, financiado com dinheiro incerto e duvidoso, visava corromper a vontade soberana do eleitor, através da desmoralização de duas candidaturas antipetistas – a de Serra em SP e a de Alckmin para presidente. As atuais investigações realizadas pela Polícia federal, sob as ordens do Ministro Thomaz Bastos também estão sob suspeita, pois os dias se sucedem, a campanha eleitoral caminha para o final, e a origem do dinheiro permanece propositalmente um mistério. Para agravar, telefonemas suspeitos aproximam perigosamente membros da quadrilha de fraudadores – os “aloprados” – do gabinete presidencial do Palácio do Planalto, através dos contatos telefônicos entre Jorge Lorenzetti e o secretário da Presidência e homem de confiança de Lula, Gilberto Carvalho.

O artigo a seguir, de autoria do jornalista Vittorio Mediolli(1) caminha na mesma direção dos que eu venho publicando nestes últimos dias: o de que a renovação do mandato de Lula não significa o começo de nada. Significa, antes, a continuidade das denúncias, das CPIs, das investigações pela PF e pelo MP...enfim, da crise sem fim. Mas se este for o preço a pagar para purgar o país da mácula da corrupção, que assim seja. Pior é fingir que não houve nada e tentar colocar toda a sujeira sob o tapete.Ao reeleger Lula a maioria talvez nem tenha consciência de ter optado por um terceiro turno, certamente muito mais conturbado que os dois primeiros. Vamos ao artigo( FS)


O TERCEIRO TURNO
VITTORIO MEDIOLI
Já na segunda-feira, dia 30 de outubro, vai se falar de impeachment? Inevitável. A sequência de escândalos, inquéritos e de evidências inquietantes que assolam o processo eleitoral oferece aos defensores da perda de mandato do presidente um arsenal de razões. Dificilmente os adversários de Lula renunciarão a jogar a última pólvora no tapetão do Tribunal Superior Eleitoral ou no Congresso Nacional. Já se enxerga um conturbado momento de contestação da legitimidade da vitória (quase certa) de Lula.

Diferentemente de 2002, o processo eleitoral deste ano será impugnado por motivos que vão do uso eleitoreiro de cartilhas, de verbas de propaganda, de doações não contabilizadas e de elaboração do dossiê anti-tucanos. Tudo e sempre respingando lama no gabinete do presidente Lula.

Aplicando-se a clássica borracha nessa sequela de episódios infames, a jurisprudência de cunho eleitoral no Brasil estaria transformada num pasquim. Isso acabaria de enterrar a “segurança jurídica” que alicerça o sistema democrático. As leis, dessa forma, existiriam “pra valer” apenas para uma categoria de coitados, não para o chefe da nação.

É natural que uma OAB e outras entidades se oponham a uma tentativa de retorno à pedra lascada.

Aconteceria, nessa volta ao passado, a demolição dos alicerces do estado democrático e o endereçamento do Estado para um chavismo tupiniquim – anacrônico e insustentável num país de aspectos heterogêneos e continentais.

Não há dúvida de que momentos de alta tensão se seguirão às eleições; dessa vez azedados pelos antecedentes do “mensalão” que espoliaram a credibilidade do presidente Lula. Ainda um mensalão cuja quadrilha aguarda julgamento para os próximos meses.

A “trégua” que o presidente tentará negociar com os adversários é uma hipótese possível, mas remota. A ferida do “dossiê” ainda arde, a reincidência dos aloprados (sobrevividos ao “mensalão”) é um indício que mais dossiês virão pela frente. Ademais a figura de Aloizio Mercadante (e as rusgas para castigá-lo) manterá um clima de beligerância entre senadores.

A vitória de Lula mais que a um segundo mandato abre as portas para um terceiro turno, talvez o mais difícil dos turnos pelos quais Lula já passou. Um turno que será travado na base de concessões, de pressões dos movimentos sindicais, de interpretações jurídicas, de fisiologismo, de cooptação dos meios de comunicação. Enquanto isso Lula deverá torcer para que um acidente externo não complique a economia interna retirando-lhe o apoio de 50% da população que o julga ótimo ou bom.


(1)http://www.otempo.com.br/colunistas/lerMateria/?idMateria=67518

11 comentários:

lula lá outra vez!! disse...

Vejo que os tucanetes e as tucanetes reconheceram m a derrota do chuchu!!Quero que me digam uma coisa:por que será que quando o povo elege duas vezes FHC, como aconteceu em 1994 e 98 o povo é sábio, é justo, é inteligente, é bem informado, sabe vota r etc etc, e quando este mesmo povo elege Lula ele é desinformado, burro, não sabe votar e outras bobagens do tipo??

Quer dizer, quando elege um tucano ele sabe votar, quando elege um petista ele é idiota a e alienado> Tenham a paciência!!! Esta mesma elitizinha que não se conforma em perder os privilégios cai de pau em cima de Lula e quando vêem que tudo está perdido apelam para o tapetão e falam em terceiro turno! É de rir.Lula eleito com a força do povo não cairá por um golpe da elitizinha nojenta.

sorus disse...

O que se tem visto neste blog é muita besteira e ignorancia. Ignorancia principalmente porque muitos daqueles que o lêem, estão contagiados com uma doença que se chama "Veja" e "Jornal Nacional".
Mas para o leitor mais atento, pois me considero um deles, um artigo postado hoje no blog do noblat cujo titulo é "O amor do meu voto" escrito por Inácio França, me levou a compreender melhor o porquê de Lula estar 24 pontos na frente do Alckmin.
Creio que para todos aqueles que escrevem ás vezes tantas besteira neste blog, seria uma oportunidade de conhecerem melhor os confins deste imenso e nosso Brasil.

Fernando Soares disse...

Sorus
Não creio que agredindo os participantes deste blog que não compartilham de suas idéias vc poderá convence-las de que elas são razoáveis.O que eu vejo nas pessoas que criticam este governo é sobretudo lucidez e indignação, fruto de um senso de observação e crítica que escapa à maioria dos petistas.Pode ter certeza, o debate neste blog tem se travado em alto nível e se algumas “besteiras” ou manifestações de “ignorância” povoaram as suas páginas, certamente não partiram daqueles que participam com mais assiduidade e têm uma posição crítica em relação a Lula e sua turma no governo.A visão maniqueísta dos petistas e lulistas é que considera inútil e desprezível tudo o que não está contido nos dogmas de sua cartilha política...

nidia disse...

Saudações Fernando
Hoje, diante dos posts, sem comentários.
Um abraço

Júlio César Montenegro disse...

Realmente os comentários neste blog são de tão alto nível que uma das comentaristas de plantão, Sofia ou Nídia, queria "deletar" o Lula. Como desmascarei no comentário que fiz à proposta, o neologismo que vem do inglês (lingua que arrepia de emoção os anti-povo) significa "apagar" em informática. É exatamente o que fazem pistoleiros com seus desafetos...
Mas para quem acha que é "legal" desrespeitar a vontade dos que elegerem o presidente porque a minoria derrotada é mais preparada, mais honesta (RÁ, RÁ, RÁ), mais diplomada, mais cheirosa, mais branca, mais rica, mais bonita, mais poderosa... matar os que estão abaixo dessa linha imaginária (e bota imaginária nisso!) ASSASSINATO é pouco. Como disse bornhausen, eles querem é acabar com a NOSSA RAÇA.

Júlio César Montenegro disse...

Realmente os comentários neste blog são de tão alto nível que uma das comentaristas de plantão, Sofia ou Nídia, queria "deletar" o Lula. Como desmascarei no comentário que fiz à proposta, o neologismo que vem do inglês (lingua que arrepia de emoção os anti-povo) significa "apagar" em informática. É exatamente o que fazem pistoleiros com seus desafetos...
Mas para quem acha que é "legal" desrespeitar a vontade dos que elegerem o presidente porque a minoria derrotada é mais preparada, mais honesta (RÁ, RÁ, RÁ), mais diplomada, mais cheirosa, mais branca, mais rica, mais bonita, mais poderosa... matar os que estão abaixo dessa linha imaginária (e bota imaginária nisso!) ASSASSINATO é pouco. Como disse bornhausen, eles querem é acabar com a NOSSA RAÇA.

Sofia disse...

Vocês petistas são pra lá de esquisitos: sorus, Júlio, Lula lá.
Pq que vocês não são capazes de discutir de forma aberta, RESPEITAR as divergências políticas? Não agredir moralmente as pessoas?
Neste blog e em outros que acesso são espaços democráticos para se discutir política em um nível mais elevado e vem vocês com a mesma arrogância e ironia de seu Mestre Lula nos afrontar? Vamos discutir com argumentos, com idéias. Isto vocês não sabem fazer né!!!! Só sabem agredir, gritarem, querem vencer no grito mais alto. Sinto pena de vocês
E ainda se acham os “máximos”, os intelectualizados, os mais culto.
Quero que saibam mais uma vez: se temos posicionamento e visões diferentes de vocês é pq reconhecemos e acompanhamos durante toda trajetória de Lula e do Pt, desde a sua criação toda as sua transformações, mudança de ideais.Principalmente de Lula. Quanta diferenã meu Deus. Nem parece o mesmo mais. Hoje o Pt e Lula trabalham em função dos interesses de um grupo pequeno. Tudo, tudo aquilo que o PT e Lula bradava aos gritos de que eram contra durante 25 anos de oposição fizeram os MESMOS erros e pior, de forma mais abrangente e agravante, em nome do Pt e com o aval do presidente Lula. Desviaram bilhões de reais sob a batuta de seu mestre Lula.Não deixaram por menos.
Vocês acham e acreditam no Brasil mostrado na propaganda eleitoral de Lula é real né?
É o imaginário aliado aos incrementos da mídia através de seu marqueteiro.O marqueteiro sim. ele é ótimo no seu trabalho e naquilo que propõe a fazer.
Vocês hão de concordar comigo: somente a distribuição (por sinal de forma errada) da bolsa-família (que foi criada no governo de FH ) foi um marco neste governo. Mas o mais importante ele não fez. Criar condições de trabalho para essa gente. Permitir que o desenvolvimento chegue até eles e que possam se sustentar através de uma trabalho. Ele estará criando uma dependência maior, cada vez maior desta distribuição de esmolas. Outro projeto que ele propaga aos quadros cantos como sendo o máximo de seu governo: o Prouni. Já está previsto a reforma neste projeto onde NÃO haverá mais a distribuição de bolsas gratuitas para os estudantes. Será uma seleção para ocorrer o financiamento dos estudos direto pela Caixa Federal. Então meus caros petistas, dando somente 2 tá...2 exemplos de como tudo o que o governo Lula fez, o fez errado.
Contra argumentem por favor.

Sofia disse...

obs:

errei de proposito:E ainda se acham os “máximos”, os intelectualizados, "os mais culto".
Já que o mestre de vocês fala tão errado, imagina como ele escreve então e como vocês são seus seguidores o fazem também.

cômico disse...

O melhor do debate, o mas comico para não dizer tragico, foi quando o predidente luiz Inacio não sei da Silva soltou essa ""mas respondendo a pergunta da perguntadora queria dizer....."""

Sorus disse...

Os tucanos são mesmo uma gracinha. Atacam o presidente, tentam desmoralizar os petistas e depois ficam chorando e falando q não sabemos respeitar as divergencias políticas. Tenham a paciência!! Estudem mais para não cometerem tanta asneira.Parem de ler Veja e o Estadão e a assistir a Globo. Assim vcs terão uma outra visão do Brasil e do mundo.

nidia disse...

Sorus, estou tentendo ver as coisas pelo seu ponto de vista, sinceramente, mas estou achando vc muito segregasdor, racista, discriminador, rotulador e radical demais, além de se achar o dono da verdade. Tá difícil.