sexta-feira, setembro 01, 2006

A ÉTICA E O VOTO

A ética – ou melhor, a falta dela – se tornou no tema dominante da campanha eleitoral deste ano. Pelo menos entre os eleitores de classe média, com bom nível de instrução e de informação. Entretanto, parece não ser a preocupação central de grande parte das classes populares, com menos grau de instrução e menos informada. Quer dizer, o eleitorado cativo de Lula está menos preocupado com o tema. Não é sem motivo que Lula tem liderado as pesquisas e cantado vitória antes do tempo, com uma certa arrogância e desprezo zombeteiro pela oposição.


Lula trabalha sobre o eleitor pobre e desinformado: garantia de vitória

ÉTICA E O VOTO
A ética – ou melhor, a falta dela – se tornou no tema dominante da campanha eleitoral deste ano. Pelo menos entre os eleitores de classe média, com bom nível de instrução e de informação.. Entretanto, parece não ser a preocupação central de grande parte das classes populares, com menos grau de instrução e menos informada. Quer dizer, o eleitorado cativo de Lula está menos preocupado com o tema. Não é sem motivo que Lula tem liderado as pesquisas e cantado vitória antes do tempo, com uma certa arrogância e desprezo zombeteiro pela oposição.

O tema da ética empolga a classe média por uma razão muito óbvia: é ela, mais do que qualquer outra, que sente no bolso o peso do Estado. É ela a maior responsável , como pessoa física ou jurídica, pelo pagamento de impostos, taxas, tarifas e contribuições diversas, que sustentam a máquina pública e alimentam a corrupção endêmica.Daí o motivo mais do que justo da indignação desta classe com o desfile de crimes, malfeitos, desfaçatez e cinismo praticado por ministros, parlamentares, empresários e líderes de partidos, sob os olhares complacentes do Presidente da república, a que fomos obrigados a assistir nestes últimos meses.

Não que o peso dos tributos caia exclusivamente sobre a classe média. A carga tributária pesa também absurdamente sobre o ombro dos pobres, mas de uma forma menos evidente, pois está embutida nos preços de produtos e de serviços, e a consciência deste fato pela população pobre é muito pequena. Muito acima da questão ética, são prioridades para estas pessoas o emprego, a alimentação, a moradia, a saúde, o transporte, isto é , aquelas questões básicas para a sobrevivência humana. É compreensível esta priorização..Como também é compreensível que, devido a seu baixo grau de instrução, estas pessoas não compreendam que todas estas questões, que as angustiam, dependem basicamente dos impostos pagos por toda a sociedade. E que parte destes impostos estão escapando pelo ralo da corrupção pela ação antiética e criminosa dos homens públicos.O que é incompreensível é que o governo Lula manipule estas pessoas e consiga delas o apoio necessário para prosseguir com o seu governo marcado pela corrupção.

Não se trata aqui de preconceito contra as classes desfavorecidas, nem estou, com isto, generalizando e afirmando que a totalidade dos pobres não liga para atos de corrupção e a classe média como um todo é a favor da ética . Se assim fosse, não teríamos assistido as cenas de bajulação explícita e de apoio à falta de ética do governo, protagonizadas por artistas e intelectuais no Rio.Boa parcela dos pobres tem consciência dos malefícios da corrupção, enquanto uma parte da classe média despreza tanto a ética governamental quanto a ética privada. O que estou afirmando é que a tendência de repúdio à corrupção e ao desperdício é muitíssimo maior na classe média do que nas classes baixas.

Sabedor disso, Lula investe como nunca neste eleitorado de baixa renda. É ele que irá confirma-lo no Planalto para mais um período de quatro anos.Um prêmio à corrupção e aos corruptos? Talvez. Com certeza, tem razão o candidato Cristovam Buarque: o que falta no Brasil é educação. Ah, e também, eu acrescentaria, muita vergonha na cara.
010906

17 comentários:

LULA LÁ OUTRA VEZ!! disse...

O seu texto revela preconceito contra os pobres. A gde vitória do governo Lula foi lutar contra este preconceito. Por este motivo ele é adorado pelo povo. Vcs chamam de assistencialista um projeto que ajuda a minorar a fome, porqu enunca viveram uma situação assim. Vcs criticam o Bolsa Família mas não criticaram o PROER de FHC, que era o Bolsa Família dos banqueiros. Vcs acusam Lula de corrupto mas se esquecem do governo do seu patrao que foi sem dúvida o mais corrupto da história.
não adianta chorar meu caro: É LULA NA CABEÇA!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nídia disse...

Como dá pra perceber, Fernando, nem só os favorecidos pelo bolsa família, os banqueiros e um grupo de artistas tem seus motivos para fecharem os olhos para a vergonha e falta de respeito que acontece na política. Mas até aí dá pra entender. Eles estão fazendo uma troca. Mas, o que será que leva os lulistas a aceitarem toda essa pouca vergonha? Seria outro tipo de troca? Não dá pra entender que existam pessoas que aceitem ser estorquidas, assaltadas, e continuem a bater palmas para o seu agressor. Os números estão aí é so checar (carga tributária, crescimento econômico, desemprego). A não ser que essas pessoas não façam parte da classe brasileira que sustenta esse país e os caprichos do presidente e dos políticos. Não é justificando que os outros governantes foram corruptos que o que acontece agora vai ser minimizado. Acho que a corrupção numca esteve tão à vontade e sem controle como agora. E se continuar assim, onde vai parar? acho que está mais do que na hora de se colocar um freio nisso tudo. E moralmente o Lula nunca poderia permitir a corrupção no seu governo pq ele foi eleito justamante para acabar com ela.

Fernando Soares disse...

Lula lá...
Vc leu mal ou leu e não entendeu. Em parte alguma do meu artigo eu demosnstrei preconceito. Preconceito quem demonstra é Lula e seu governo que, ao invés de adotar políticas que realmente resgatem os pobres do estágio em que vivem, adota o esmolismo oficial como sua única política social. Faria muito mais pelos pobres se lhes possibilitasse, por exemplo, uma educação pública de qualidade, ou uma renda mensal em troca de uma contrapartida da parte daqueles que a recebesse. Por que não fazer mutirões de redes de saneamento nas favelas, por exemplo, em troca de um salário? A que fim leva este assistencialismo? Vc deve ser inteligente o suficiente para saber. Os resultados desta política "social" são puramente eleitoreiros e de manutenção no poder, nada mais...

Fernando Soares disse...

Olá Nidia!
O petismo é forte. Ele está solidamente instalado em todos os escalões do funcionalismo público,principalmente nos postos chaves do poder.Com certeza atua não no sentido do atendimento à coletividade que paga seus impostos, mas tão somente no sentido da manutenção do poder. É o que chamamos de aparelhamento do Estado. E isto tende a se consolidar com a reeleição de Lula. Desconfio que Lula queira governar com mais poderes, no estilo de Hugo Chavez.Para isto já está propondo uma reforma constitucional e política. Lula não se importa mais com a classe média - se é que algum dia se importou . Ele quer manter o controle sobre a multidão de pobres e miseráveis e estabelecer o lulismo em substituição ao petismo.E tudo isto com a complacência da oposição tucana que só pensa em 2010. Desconfio que, se Lula se foratalecer, nem vai haver 2010 para os tucanos. O que vc acha?

Anônimo disse...

Na primeira eleição, Lula foi eleito com a bandeira da ética na política. Eleito, praticou, junto com o PT, a maior gatunagem que o Brasil já viu. Agora, dizem que será reeleito. Isso mostra que nós, brasileiros, nos revelamos ao mundo como um povo desprovido de vergonha e caráter. Vencendo o Lula, estará desnudado o caráter do brasileiro

lula lá outra vez!! disse...

Respondendo a Nidia >>A PF nunca realizou um trabalho tão grande de investigação e desbaratamento de quadrilhas de corruptos quanto agora neste governo. V sabia que os sanguessugas atuavam dede o governo anterior? Não sabia? È que vcs só enxergam o lado que interessa a vcs.Me diga um caso de corrupção comprovada que não esteja sendo investigado pelo governo.
Fernando, nao adianta fazer discurso em defesa da educação e tal. As pessoas passam fome. É preciso ensinar a pescar, mas antes tem que matar a fome desta pessoas pq senão elas não são capazes de pensar. O governo Lula tem um plano social para inserir o maior número de pessoas no trabalho. Esta foi sem dúvida o governo que mais fez, faz e fará pelosocial, apesar do choro da direita.

LULA LÁ OUTRA VEZ!! disse...

Alckmin está se transformando numa espécie de Plutão da política. Periga virar um candidato-anão.
he he he he

Anônimo disse...

QUANDO OS POBRES E MISERAVEIS TEM O PODER os desinformados dos pobres e miseraveis que vivem às beiras do brasil, em lugares que nao existem nada, vao poder alterar o rumo destas eleiçoes Comprados que foram pelo bolsa familia( MAIOR ESTELIONATO ELEITORAL) nem imaginam que seus votos poderá deixar o brasil nas maos sujas destes governantes vao entregar por mais quatro anos à maselas, ào assalto e ao roubo do dinheiro publico por esta quadrilha instalada no governo, executivo, legislativo e judiciario Nos brasileiros, informados pagantes dos impostos que sustentam este pais, so podemos esperar que DEUS NOS AJUDE E homens e mulheres de bem, instituições honestas, instituições que amam a patria que nao podem mais admitir que esta quadrilha prospere Esperamos mais esta cooperação num momento tao delicado em que vivemos e em que o brasil foi jogado..por favor nao tardem A PATRIA O BRASIL PRECISA DE VOCES

nidia disse...

Lula lá
Todos nós temos conhecimento que a corrupção é muito antiga, que já existia no governo do FHC. Ninguém nega isso. Mas salta aos olhos que no governo atual a coisa está fora de controle. Talvez até seja por isso que o fato vem a público. Quando as ações fogem do controle, existe muita gente insatisfeita que acaba botando a boca no mundo, como no caso do R. Jefferson. Mas me parece muito barulho pra nada. Quantos foram punidos? As CPIs investigaram, comcluiram que muita gente estava envolvida com corrupção e aí? praticamente nada aconteceu. As cabeças que rolaram , o fizeram, pq não havia tempo habil, nem conversa fiada para encobrirem o caso. Mas vc tem alguma dúvida que essas pessoas continuam nos bastidores da política?
Outra coisa. Essa proposta do Presidente de ensinar a pescar é um absurdo nos dias de hoje. Isso só é valido pra o índio que sabe respeitar a natureza e retira dela somente o que necessita pra matar sua fome e de sua família. Para os homens brancos isso é puro estrativismo, prática usada no passado e que ha muitos anos órgãos competentes fiscalizam para que haja preservação da natureza, pq, do contrario não vai haver, daqui a alguns anos, peixe a ser pescado.
A proposta hoje deveria ser a de se criar peixes, ou seja PRODUZIR, TRABALHAR!!!

nidia disse...

Fernando
A trajetória do Lula faz sim a gente pensar que ele pretende se perpetuar no poder, a exemplo de ditadores da história da humanidade. Já vimos esse filme. Acho que ele fará qualquer coisa pra conseguir o seu intento. Acho, também, que ele não vai respeitar nada nem niguém. Como a oposição me parece fraca demais, no momento (tomara que isso mude), pelo jeito ele não vai cumprir e respeitar os "acordos".

LULA LÁ OUTRA VEZ!! disse...

Nidia Vc se lembra de algum sonegador preso no governo fhc? Vc lembra de algum corrupto preso no governo fhc? voce se lembra de alguma apreensão de dorgas ou armas no governo fhc?
Mas afinal, para que servia a pf no governo fhc alem de arapongar desafetos politicos? Outra coisa; Ensinar a pescar é só uma metáfora que quer dizer ensinar o sujeito a produzir ,ensinar um ofício. Entendeu galileu?

nidia disse...

Lula la
O FHC é candidato à presidência? Não, né. Então, pq defender o Lula atacando o FHC? Houve corrupção sim no governo passado, todo mundo sabe disso, e não vamos ficar aqui chovendo no molhado. Porisso o Lula foi eleito. Para acabar com a corrupção, não foi? Até aí estamos de acordo, né? Mas não foi isso que aconteceu. Ao invés de moralizar o governo, a prática de corrupção foi muito além do que poderíamos esperar. É porisso que queremos que o lula seja derrotado. É a nossa única arma pra dizer aos políticos que não aceitamos esse tipo de comportamento. Não sou defensora do FHC mas posso citar alguns casos de punição no governo dele: prisão de juíz Nicolau S. neto por envolvimento no desvio de 169 milhões de reais da verba para construção da sede paulista do TRT. Envolvidos no caso estavam também o ex-senador Luíz Estevão e o banqueiro Salvatore Cacciola. O senador Jader Barbalho renunciou à presidência do senado e depois ao mandato por acusações como: desvio de dinheiro público do Banco do Estado do Pará na década de 80, quando era governador do Estado, favorecimento pessoal para liberar verbas da Sudan e emissão ilegal de títulos da dívida agrária, quando era Ministro da Agricultura no governo de José Sarney.O governo extinguiu a Sudan e Sudene por corrupção. Antonio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda renunciaram aos mandatos para não serem submetidos a processo de cassação por violação de decoro parlamentar. E por aí vai. Mas em 2000 aconteceu um fato interessante. Um movimento de grandes e pequenos fazendeiros, liderados pelo então deputado federal Ronaldo Caiado (representante máximo do conservadorismo), defendeu um projeto de lei que modificava o sistema de taxas de juros nos emprestimos para o setor rural, o que siginificava um substancial corte de arrecadação, com prejuizo para o país. O governo endureceu e o projeto de lei do perdão da dívida foi derrotado no congresso. Mas o fato "pitoresco" foi que numa postura inimaginável até então, o PT se aliou ao ruralistas (de extrema direita), e os brasileiros viram perplexos, nas primeiras páginas dos jornais, fotos de José Genoíno (PT SP), ao lado do deputado Caiado. Isso pra mostrar que os políticos usam 2 pesos e 2 medidas, depende do que convém a eles, e que não podemos confiar em políticos, são todos farinhan do mesmo saco.

José Manuel Dias disse...

A política brasileira é complexa...podemos mudar muita coisa pela acção militante mas uma coisa é certa : o povo não muda. Precisa de gerações para que a mudança tenha efeito.
Cumps

Sofia disse...

Concordo tanto com o artigo quanto aos vários comentários.
Acrescentaria apenas mais isto: neste segundo mandato, caso Lula venha a vencer, irá acusar o governo anterior por todas as “magelas” cometidas??? Ele vai acusar a ele mesmo por não ter feito nada e permitido somente ocorrer corrupções de uma ordem tão gigantesca como nunca vimos. Durante este 4 anos só vimos corrupções, desvios de dinheiro, fazendo “política de assistencialismo barato” com a classe menos favorecida. Não adianta ficar falando de corruções deste ou tal governo. Lula não foi eleito para mudar tudo isto? Foi eleito como presidente dos trabalhadores e da população mais pobre? Tantas promessas e nenhuma cumprida, esta foi a realidade.
O que ele fêz realmente para mudar o quadro desta população, melhorar sua dignidade como ser humano, como cidadão? Melhorou a sua qualidade de vida, educação, saúde, saneamento, oferta de trabalho? Ele mesmo se gaba de ter vivenciado tudo isto, porém, olhando para o seu próprio umbigo, só pensa nele, exclusivamente nele para se reeleger, o resto é que se dane.É uma pena que existam pessoas que ainda acreditam em "coelhinho da páscoa".E nós pagamos muito caro por isto.

nidia disse...

Ah! os peixes!!
Existe uma grande diferença, mesmo no sentido figurado, entre PESCAR e CRIAR PEIXES. Dar peixe (no sentido figurado, é claro) é um ato de paternalismo. No meu entender, ensinar a pescar também. O peixe está lá, é só pegar.É uma coisa assim meio preguiçosa.Já criar peixe implica em trabalho, produção, e é o que traz a dignidade, realização e sensação de dever cumprido. É como plantar uma árvore frutífera, cuidar dela, dar-lhe água todos os dias, e esperar que ela cresça e dê frutos.
Pescar, agora literalmente, é uma profissão. Mas quem ja não ouviu reclamações de pescadores que os peixes estão sumindo, tanto de água salgado como doce. Essa lição a gente pode generalizar.
O governo e os brasileiros se sentiram orgulhosos com o fato da Petrobras conseguir ser autosuficiente em petroleo, produz hoje, ou seja, EXTRAI da natureza petroleo suficiente para o consumo interno. Mas todos nós sabemos que existe uma quantidade de petroleo limitada na natureza. A gente vai usá-lo e aí, quando acabar? Por enquanto, pra nós, é muito cômodo usa-lo. Tudo bem, vamos usa-lo. Mas acho que poderíamos pensar em economiza-lo. Por exemplo, construir veículos com motores mais econômicos. A tecnologia está bastante avançada, nossos carros são equipados com computador que o auto regula, etc., mas ainda sua média de consumo é de 10 km por litro, como os carros do início do seculo passado. Poderíamos utilizar melhor uma grande fonte de energia, que vai durar até quando o mundo existir, que é a do sol. O governo poderia incentivar os nossos cientistas a produzir alternativas viáveis, mas ele prefere mandar um turista para passear numa nave espacial pra carregar a nossa bandeira pra todo lado, pra mostrar ao mundo que nós temos alguma coisa a ver com o programa espacial!!

Rebeca disse...

Muito bom o artigo e também os comentários.
Concordo com vários deles.
Saliento o que disse Nídia: não adianta chover no molhado. Acusar este ou aquele político da vez de permitir ou particpar de corrupções.
É importante frisar é a atitude de Lula enquanto presidente, citado por Sofia.
O que ele fez para alterar, modificar o quadro da pobreza brasileira? É lastimável ele usar isto apenas para se eleger dando esmolismo, demonstrando um desprezo literal para com estas pessoas. É uma pena que exista tantos inocentes úteis, que na luta pela sua sobrevivência ainda depende de migalhas. E estas migalhas fortalece o seu poder. E o pior, são as “cabeças de gado”, são só números que ainda acredita no Lula, fortalecendo o lulismo barato. E pelo andar da carruagem, a classe média fará parte do novo contigente de pobres. Se Lula se eleger novamente os dados IBGE confirmará isto: a classe pobre aumentou em tantos %....
Nídia, mais uma vez, disse brilhantemente: “Existe uma grande diferença, mesmo no sentido figurado, entre PESCAR e CRIAR PEIXES”. Falamos sempre em ensinar a pescar. Isto é o investimento máximo em educação de qualidade, tanto a teórica, tradicional quanto a prática do dia-a-dia. Criar peixes, é a ação, o resultado real e aplicável de uma educação de qualidade. E tenho que concordar mais uma vez com Nídia. Isto dá muito trabalho e resolve de vez com uma situação caótica. Para que dar soluções práticas se eles, políticos, podem enrolar, protelar tudo com a maior elegância? E como ficará os planos de governos das próximas eleições????
Como no Brasil nunca se teve uma política educacional forte, como ficará os nossos cientistas com as universidades quase sucateadas? Produzir conhecimentos sem ter investimentos necessários? E querem acabar de vez com o ensino universitário com tantas cotas.....
Não podemos esperar esta atitude de Lula. Investir verdadeiramente em educação. Povo esclarecido é sinônimo de termos políticos mais honestos. É saber o valor verdadeiro de ser cidadão.
Se o povo brasileiro fosse e soubesse este verdadeiro valor: o de ser cidão em sua plenitude, nada disso estaria acontecendo e com certeza absoluta Lula jamais seria presidente e muito menos reeleito.

Fernando Soares disse...

Nidia , Sofia e Rebeca. Estamos de acordo. O problema, Nidia, é que o PT e seu líder máximo nunca quiseram pescar. São preguiçosos por natureza. Sempre gostaram de comer o peixe alheio. rsrs
Lula trabalhou durante alguns anos como metalúrgico, mas, a partir de então, sua vida foi pautada pela "generosidade" pública. Primeiro, pela indenização trabalhista devido à perda de um dedo, num acidente de trabalho; depois, como líder sindical; mais tarde, como líder partidário; e agora, como Presidente. Sem falar da gorda aposentadoria que passou a receber devido a sua prisão por alguns dias, na década de 80, por promover greves em S Bernardo.Desconfio que ele dê pouco valor ao trabalho duro, ao investimento produtivo.O esmolismo a que se refere a Sofia é portanto, inerente à sua personalidade e estilo de vida. Ele sempre viveu de receber o peixe. A diferença é que os peixes que Lula recebeu sempre foram fartos e gordos...