quinta-feira, agosto 31, 2006

CRISTIANIZARAM O GERALDO


Enquanto Alckmin caminha sozinho em 2006, tem gente de olho em 2010 e até em 2015...


A campanha presidencial terminou, Lula praticamente está com a mão na faixa. Só não avisaram pro Geraldo. E pra meia dúzia de eleitores que ainda acreditam na virada.O PSDB já entregou o jogo, de olho em 2010 quando, acredita, terá reais chances de ganhar a presidência com um candidato realmente competitivo - Aécio ou J Serra.Existe um acordo entre as principais lideranças tucanas e petistas, com o apoio de outros partidos, para que seja votado o projeto que coloca um fim ao instituto da reeleição. . Este acordo constitui-se na porta de entrada para um acordo muito mais amplo, que implicaria principalmente a alternância de poder entre estes dois partidos nos próximos 10 anos. Com a queda da reeleição, o mandato de cargos executivos – inclusive o de Presidente - – passaria para cinco anos , abrindo, desta forma, caminho para volta de Lula em 2015, sucedendo a um possível governante tucano. Fantasia? Ficção política? Imaginação fértil? A jornalista Eliane Catanhede sugeriu esta hipótese na sua coluna de terça feira.E no mundo maluco da política brasileira, não é de todo impossível.

O fato é que parece que Geraldo Alckmin se transformou no boi de piranha da vez. Abandonado pela cúpula tucana e pelos candidatos aos governos dos estados que mal mencionam o seu nome, Alckmin caminha solitariamente para a derrota. A sua situação lembra muito a vivida por Cristiano Machado(1), político mineiro , candidato à presidência pelo PSD em 1950, que foi solenemente desprezado pelos seus próprios correligionários que se bandearam para a campanha – vitoriosa – de Getúlio Vargas.Nesta campanha, Geraldo está sendo ostensivamente “cristianizado”.

Não é sem motivo que a campanha presidencial está tão desanimada e tão desanimadora para aqueles que tinham esperanças de reverter o quadro. De um lado, um presidente malandro,em pleno exercício do cargo, controlando a máquina , manipulando verbas, e voltando a fazer cara de messias salvador dos pobres. Do outro, um candidato tímido, comedido,e, pior, abandonado pelos seus aliados.

A verdade é que, por mais triste que seja, Lula está reeleito. E não sou eu que afirmo isto. São os próprios políticos da oposição – mais o PSDB e menos o PFL – que por sua pouca ação e muita omissão, já entregaram o jogo.Fazem o mesmo que fizeram há alguns meses quando preferiram poupar Lula de um impeachment, na crença de que ele estava morto. Agora fazem corpo mole na campanha de Alckmin na crença de que em 2010 são favas contadas.Nesta história, o eleitor, especialmente de oposição, fica como bobo. É por estas e outras que o senador Jefferson Peres se disse desiludido e enojado com a política, e disposto a renunciar no final deste ano.

(1) Ver: http://www.pitoresco.com.br/historia/republ303x.htm
310806

6 comentários:

Chavez disse...

Acho que vc tem razão. Os tucanos entregaram os pontos e fazem um grande acordão com o PT. A Heloisa já vem denunciando isto. Temos que ferrar os dois. Anular o voto é besteira. Votar na Heloisa é no meu entender, a solução

Anônimo disse...

É constrangedor o descaso que o PSDB dedica ao seu candidato. Dá pra pensar que o PSDB e cia consideram ser Lula o melhor para o país -- e por isto contribuem para que Alckmin sucumba logo no primeiro turno. Não tem como pensar diferente, pô.

Peter disse...

fernando
a questão já foi decidida, o povo já fez a comparação...
a questão é: pq as acusações não causam o estrago que as oposições desejariam?
simples, caro Fernando: para se criticar é necessário que a crítica além de respaldo e conteúdo, precisa vir de alguém com autoridade moral, ilibada, que tenha reverência da população.
pois bem: uma acusação vinda de ACM, FHC, PSDB, CESAR MAIA, TASSO GEREISSATE, ARTHUR VIRGÍLIO..., francamente, né?
Veja bem: no Amazonas o Arthur está na rabada das pesquisas, no Ceará o Tasso nem candidato tem, o FHC, então..., o Cesar Maia tem candidato?

Fernando Soares disse...

Amigos
Não devemos justificar a corrupção do governo petista alegando que outros tb foram corruptos.Foram e merecem ser criticados. mas isto não isenta o governo atual dos crimes cometidos.

Fernando Soares disse...

Ao Peter
Concordo. E vc concordaria que uma acusação vinda de José Sarney, Jader Barbalho, Newton Cardoso, Ney Suassuna, Renan Calheiros, Romero Jucá e José Genoino teria alguma credibilidade?

Tassia disse...

Me gusta tu blog.
Felicidades.
Me hace enterarme de muchas noticias.

Un saludo.

Tassia Vascones