quinta-feira, julho 13, 2006

VIOLÊNCIA E INCOMPETÊNCIA

O que a população paulista está a exigir é que tanto o governo estadual quanto o governo federal assumam as suas responsabilidades, coloquem de lado as divergências eleitorais, sentem –se diante de uma mesa, e elaborem um plano emergencial mínimo que restaure a ordem no estado e evite novos ataques.


VIOLÊNCIA E INCOMPETÊNCIA

Enquanto o governo de SP e o governo federal trocam acusações e tentam tirar proveito eleitoral da situação, a Grande São Paulo e a Baixada Santista outra vez é sacudida por mais uma onda de violência. Postos policiais, veículos, residências, bancos e supermercados são alvos de atentados terroristas comandados pelo Primeiro Comando da Capital, o PCC. Impotentes diante da ação desafiadora dos bandidos, o governo federal oferece “ajuda” ao governo do estado, que por sua vez recusa a generosidade e diz que “a situação está sob controle”.

Na verdade, nem o governo federal tem , no momento a ajuda de que o estado necessita – a não ser uma incipiente e mal treinada Força Nacional de Segurança Pública – nem o governo do estado tem sido capaz de controlar a situação.Não desconsiderando a hipótese, levantada por alguns, de que esta onda de violência possa ter, por parte da organização criminosa, algum intuito político-eleitoral, no sentido de enfraquecer a aliança PSDB-PFL e fortalecer o PT no estado e no país, o fato é que à população o que interessa no momento é que a ordem e a segurança sejam estabelecidas no estado.O que a população paulista está a exigir é que tanto o governo estadual quanto o governo federal assumam as suas responsabilidades, coloquem de lado as divergências eleitorais, sentem –se diante de uma mesa, e elaborem um plano emergencial mínimo que restaure a ordem no estado e evite novos ataques.

Sem isto, a população paulista continuará a sofrer as conseqüências da incompetência crônica de nossos governantes diante da competência da ação do crime organizado. Competência esta que nos leva a sugerir, por exemplo, que Lula e Lembo se mirem no exemplo de Marcola, o chefete do PCC. Talvez aprendam com ele algo em termos de organização.
130706

5 comentários:

HERON disse...

É LAMENTÁVEL QUE O BRASIL TENHA COMO SENADOR UM INDIVIDUO
QUE É CAPAZ DE EXPLORAR O SOFRIMENTO DO POVO DE SP,
AO
QUERER ASSOCIAR O NOME DO PT AO PCC, É MUITA LEVIANDADE
E IRRESPONSABILIDADE, ESPERO QUE O SENADO TOME AS DEVIDAS
PROVIDÊNCIA E CASSE O MANDATO DESSE CRAPULA POR DESVIO
DE ÉTICA.

Clarinha disse...

São Paulo sempre foi violento, mas, dizia que era o Rio. Antiga rivalidade das cidades.
Agora os PCCs da vida e outros mais estão aproveitando a fragilidade do governador, que não se impõe de forma mais rígida.
Quem sofre e paga caro com isto é novamente a sociedade, com muita destruição e mortes de inocentes.
Quanto ao presidente é um verdadeiro piegas e quer apenas aparecer e aproveitar politicamente, como sempre fez, faz e fará.

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anônimo disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»