terça-feira, julho 25, 2006

REAÇÃO IRRACIONAL

Não estou com isto defendendo a idéia de que o governo israelense deva cruzar os braços e ser condescendente com grupos ou organizações que querem a sua destruição, mas sim que concentrem todos os esforços militares, financeiros e de inteligência para que o alvo correto – a força bélica do Hizbollah – seja aniquilada definitivamente. E não alvos civis do Líbano ou de qualquer outro lugar.



Soldados israelenses em ação no Líbano: motivação certa, alvo errado.

REAÇÃO IRRACIONAL

É condenável, sob todos os ângulos, a agressão militar de Israel contra o Líbano, mesmo que o motivo que levou o governo israelense a agir de uma forma tão extrema seja o mais justo possível, ou seja, reagir aos ataques terroristas do Hizbollah . O fato é que a agressão israelense contra alvos civis no Líbano tende a colocar-la no rol dos crimes de guerra, o que de modo algum será positivo para a causa israelense nesta luta contra os árabes.Contra as agressões bárbaras do Hizbollah, Israel responde da mesma forma e com maior intensidade. Não é por aí que irá se impor sobre quem quer a sua destruição.

Sou simpático à causa israelense. Compreendo a sua histórica dificuldade para se impor como estado livre e soberano num ambiente hostil, cercado de países sob permanentes regimes ditatoriais ou teocráticos, a maioria dos quais não consegue esconder a sua ansiedade em se ver livre do vizinho incômodo. Admiro o fato de, mesmo sob condições tão adversas, Israel ter construído uma sociedade moderna, solidificado a sua democracia e resistido às agressões árabes.

Ao contrário do que querem fazer crer alguns, Israel tem demonstrado boa vontade em negociar com representantes palestinos que demonstrem o mínimo de bom-senso e desejo sincero de estabelecer a paz na região, o que não é o caso, obviamente, do Hizbollah. Foi assim que foram conseguidos avanços que resultaram na devolução de territórios aos palestinos e no estabelecimento de um governo palestino na região.

Mas Israel tem razão em endurecer quando se trata de organizações terroristas como o Hizbollah, evidentemente alimentado militarmente e financeiramente pelos governos da Síria e do Irã, a realizar incursões freqüentes em território de Israel, com seguidos ataques, a maioria suicidas, contra alvos civis, que tem resultado em milhares de mortos e de feridos.Portanto, uma reação contundente de Israel contra tais ações terroristas é esperada e desejada. Mas, a minha simpatia por Israel não vai a ponto de aplaudir, ou, mesmo, justificar ações irracionais e de puro barbarismo como as que agora pratica contra o Líbano. Contra o Líbano? Sim, porque muito mais do que o Hizbollah, quem leva a pior nesta história é o Líbano, por sinal, um dos poucos estados árabes a praticar algo próximo à uma democracia.

Ao reagir às agressões terroristas do Hizbollah com uma agressão de tamanha intensidade, não estará o governo israelense se nivelando aos terroristas que visa combater e atraindo contra si a antipatia da opinião pública internacional? Outra questão: qual o resultado prático que o governo de Israel espera de ações deste tipo? Tem o governo a certeza de que, assim, irá destruir ou enfraquecer a força desta organização terrorista? Afinal, por mais que o governo de Israel comemore o sucesso de sua empreitada contra o Hizbollah, sempre haverá um louco que, em nome de Alá, estará disposto a amarrar meia dúzia de bombas na cintura e entrar num restaurante de Tel-Avid ao meio dia de um domingo qualquer, pronto a explodir tudo. Teria, então, valido a pena a morte de milhares de libaneses e turistas inocentes?

Mais uma vez, não estou com isto defendendo a idéia de que o governo israelense deva cruzar os braços e ser condescendente com grupos ou organizações que querem a sua destruição, mas sim que concentrem todos os esforços militares, financeiros e de inteligência para que o alvo correto – a força bélica do Hizbollah – seja aniquilada definitivamente. E não alvos civis do Líbano ou de qualquer outro lugar.
250706

7 comentários:

Anônimo disse...

Onde está a verdade????????
a verdade é que Israel é um país imperialista, fantoche dos interesses políticos dos USA na região. Uma espécie de linha avançada dos est uni . se a região não tivesse o ouro negro alguem acha que os st uni estaria se fudendo para aquela regiaõ???????

GLS disse...

o ministro de Israel falou esses dias q. ñ se importa
com as mortes, que Israel está causando no Libano,pra
mim assassinato, crime de guerra. Disse ele, q. só depois
q. terminar a guerra ou, a entrega dos dois soldados,
ele ira contar os mortos dos dois lados, é claro q.
do
lado dele é 30 por um em vantagem pra ele.
Será q. os judeus já se esqueceram o que passaram na
segunda guerra mudial? estão descontando matando civis
inocentes no Libano por causa de dois soldados? q. mudança
em? os coitadinhos, q. se fazem de vítimas há 35 anos.Tds.
dias passam filmes na tv.isto é: Há trinta e cinco anos,
passa fimes na tv sobre o q. os alemães fizeram com
os
judeus, já encheu o saco de ver eles sempre de vítimas.
Eles são super preconceituosos, pois namorei uma moça
judia e passei o diabo com a familia déla por eu ñ ser
judeu, isto aqui no Brasil, mandei tds. pra pqp. Os
caras
só pensam em dinheiro antes do começo deste mundo, são
usurários, são os maiores agiotas do planeta. Agora
estão
lá fazendo o diabo com os Libaneses. Fazem porque são
acobertados pelos outros pqp, os americanos, eu queria
ver se ñ tivesse ajuda dos Americ. se eles teriam peito
pra toda esta carnificina q. estão fazendo no Libano.
Até brasileiros os caras estão matando. Eles e os americanos,
parecem q. fazem questão de serem odiados pelo planeta.
Sabe q.é vítima de verdade e sofre de verdade? são os
pobres africanos, q. estão 300 milhões, morrendo de
fome e com a doença da Cida(aids.)
E o quê Os americanos, Inglêses tb outros pqp, Fraceses,
Alemães. A ONU o q. estão fazendo? nada. Sabe, acho
q.
este planeta ja foi pro saco. Melhor é um maluco aí
jogar
umas bombas nucleares e cabar com td. Pois não aguento
mais o ser "humano" q.de ser humano não tem nada.
Os animais saõ muito mais importantes neste planeta
do
que o ser desumano, isto é o ser humano. Vou parar por
aqui pois me irrita toda esta poluição humana, na qual
tb me incluo.
G. L. S.

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site. Keep working. Thank you.
»

Victor disse...

seguinte amigo.. unico comentario que posso fazer pra te ajuda, ou confundir vc, é que eu acho que os judeus controlam os americanos.. desculpe se tiver com um discurso repetido! Mas sinceramente só vejo isso como verdade.
meus parabens pelo blog!