quinta-feira, julho 06, 2006

DE OLHO EM 2010



DE OLHO EM 2010


Em Minas, o governador Aécio Neves se prepara para a campanha pela reeleição de olho nas eleições presidenciais de 2010.Isto porque, apesar de todas as declarações no sentido contrário, ele não acredita que Alckmin possa derrotar Lula este ano.E não faz muito esforço para tal.Sendo assim, aparece como o mais forte nome do PSDB para a disputa em 2010. Neste sentido é que o governador de Minas vem trabalhando e, para tanto, procurado reeditar a mesma aliança que o conduziu ao atual mandato e lhe deu governabilidade nesses três anos e meio.

O relativo sucesso alcançado por Aécio neste primeiro mandato foi alcançado basicamente pela implementação do que ficou conhecido como “choque de gestão”.Consistiu na reorganização das finanças do estado, profundamente abaladas na gestão irresponsável do governador anterior, na reforma administrativa, com a implantação dos planos de carreira de diversas categorias do funcionalismo, e nos investimentos na área da educação, embora os salários dos docentes permaneçam congelados em níveis extremamente baixos, o que não deixa de ser vergonhoso.

Tendo atuado no primeiro mandato com ênfase no pagamento das dívidas do estado e na execução do ajuste fiscal, o governador anuncia um segundo mandato de “obras”.E aí mora o perigo.Existem, na cabeça e na mesa do governador, projetos, no mínimo, polêmicos, como o da criação de um “centro administrativo”, que reuniria a sede do governo e todas as secretarias numa nova área em BH, transformando a antiga sede do governo, na Praça da Liberdade num corredor cultural.Para muitos, trata-se de um projeto megalomaníaco e, portanto, desnecessário O governador garante que tal projeto – uma espécie de mini Brasília em BH? – não gerará despesas absurdas como temem os opositores , pois será feito em parceria com a iniciativa privada.É ver para crer. Se for atacado pela “síndrome de Juscelino”, o governador, na sua vontade de chegar ao Planalto, poderá por em terra todo o trabalho de recomposição do estado, efetuado no atual mandato.

Contudo, a gestão de Aécio - que herdou de seu avô Tancredo o dom da moderação, da negociação e da conciliação - tem sido bem avaliada pela maioria dos mineiros. Pelo menos é isto que mostram as pesquisas, que lhe dão um amplo favoritismo nas eleições deste ano, com possibilidade de vitória no primeiro turno.

No campo oposto , o PT, principal opositor do governo de Aécio Neves, volta a disputar com o mesmo candidato derrotado em 2002 - o ex-ministro dos Direitos Humanos, Nilmário Miranda. Sem muito o que criticar em outros setores – em especial o da ética pública, tão desmoralizado pelo partido, no governo Lula – o PT de Minas volta as suas baterias contra o que considera descaso do governo com os problemas sociais do estado, fruto, segundo ele, da adoção de uma política “neoliberal”. Pelo menos é assim que os principais representantes do PT na Assembléia legislativa atacam o governo.

Em busca da ampliação de sua aliança, limitada, até então, aos inexpressivos partidos de esquerda, o PT foi buscar apoio e tempo na TV no velho PMDB de Newton Cardoso. Isto causou um certo constrangimento nas hostes petistas, porque Newtão, não faz muito tempo , era uma espécie de “Geni”da política. Mesmo o mais desmemoriado dos eleitores deve se lembrar o quanto o robusto político sofreu nas mãos dos petistas, quando esteve no governo de Minas.Mas tal constrangimento é mínimo e facilmente superado, considerando que o PT de hoje tem muito mais coisas em comum com o Newton Cardoso de ontem, do que com o próprio PT de ontem, se é que me entendem. Assim como, em nível nacional, o partido tem muito mais em comum com figuras como Jader Barbalho, José Sarney, Renan Calheiros, Ney Suassuna, e por aí vai. Em Minas, Newtão foi indicado candidato ao Senado, na chapa majoritária da coligação encabeçada pelo PT e dividirá o palanque com Nilmário e com Lula. Que assim seja, pois eles têm muito em comum. Apesar de todo esforço, o PT mineiro parece irremediavelmente condenado a uma nova derrota

O que será de Minas, nos próximos quatro anos, é uma incógnita. Dependerá do comportamento do provável futuro governador. Se souber separar as suas ambições políticas do trabalho administrativo, poderá, ao final, colher uma ótima safra de realizações que o impulsionará ao cargo mais alto. Caso contrário, e a exemplo do que ocorre com a maioria dos nossos políticos, comprometerá o estado em nome de seu projeto pessoal.E verá este projeto cair no precipício.

060706

4 comentários:

Jamil Silva C disse...

Prezado amigo
Pleo seu comentário parece que a eleição do apedeuta ja são favas contadas e que o Aecinho ja se prepara para 2010. Não é bem assim. O debate eleitoral mal começou e as chances de Alckmin crescer são muito grandes. Vc deve considerar o grande numero de indecisos. Quando o govrnador tiver o espaço para divulgar a s suas idéias ele vai crescer e vai para o segundo turno. Aí ele incorpora os votos de quem votou em outros candiadtos e ganaha a eleição. Sei que vc torce por Aécio mas ele so terá chances se o Alckmin fizer o que prometeu; acabar com a reeleição e aumentar o mandato para 5 anos.

Fernando Soares disse...

Jamil
Estou fazendo uma análise diante do quadro atual. E o quadro atual é extremamente favorável a Lula, infelizmente. Acho que a oposição comete erros seguidos, o que dá a Lula a chance de permanecer no topo. O horário eleitoral na TV não será suficiente para que Alckmin retire de Lula a vantagem que hoje ele desfruta.Acho que a esta altura somente a revelação de mais um fato desabonador ao governo de Lula poderá fazer com que ele caia e Alckmin se aproveite disso.
Grato pela visita.

MATA VERMES disse...

As mais de Cem Malvadezas do PT

DENÚNCIAS CONTRA O GOVERNO LULA E O PT

1) Correios
2) IRB
3 Portugal Telecom
4) Leão & Leão (República de Ribeirão)
5) Celso Daniel com morte de 7 testemunhas
6) Interbrazil
7) Cartões de crédito corporativos da presidência farra com o fundo partidário
9) Daniel Dantas
10) Toninho da Barcelona
11) Toninho de Campinas
12) Duda Mendonça
13) Mensalão
14) Waldomiro Diniz
15) Fundos de pensão e o Marcelo Sereno
16) Gushiken
17) Gilberto Carvalho
1 Juscelino Dourado
19) José Dirceu
20) Delúbio
21) Roberto Teixeira
22) Bebedeiras do presidente
23) Aerolula
24) FARC
25) Baltazar (armas RJ)
26) Osasco
27) Foro de São Paulo
2 ONG Ágora
29) Miro Teixeira
30) INSS RJ
31) Palocci 1 e Palocci 2
32) Furnas
33) Paulo Okamoto e SEBRAE
>34) Cu! eca dos dólares e João Adalberto
35) Firma do Lulinha
36) Citibank
37) Luís Favre, aliás Felipe Belisario, contas no Caribe,
esquema da Martaxa, emprego no Duda 3 Severino
>9) Jeany Mary Corner
40) Casa da Moeda e seu presidente
41) Ciro Gomes e seu secretário
42) Passeio da cadelinha Michelle em carro oficial
43) Passeio da Benedita da Silva em Buenos Aires
44) Trevisan
45) Manuel Dutra
46) Glenio Guedes
47) Anderson Adauto
4 Paulo Pimenta e o seu dossiê fajuto
49) Pororoca
50) David Messer
51) Boa idéia: Lula 51
52) passeio de Boeing dos filhos do Lula
53) Marta e o esquema do lixo em São Paulo
54) Esquema do lixo em todas as demais prefeituras (Ribeirão, Matão...)
55) Esquema do Bingo
56) Esquema dos ônibus
57) grana ilegal para o MST, UNE, UBES
5 FAT
59) BMG e o crédito consignado
60) Buratti
61) José Mentor e o abafa da CPI do Banestado
62) acordo com o Maluf
63) dinheiro do BNDES para O Globo
64) reforma do apê do Gilberto Gil
65) fundos exclusivos
66) Plataformas, gás natural da Petrobrás
67) Jacó Bittar
6 Marcos Valério, Banco Rural, valerioduto, embaixador em Portugal
69) Aloisio Mecadante e o caixa 2
70) Olívio Dutra e o Bingo/Bicho no RS
71) Blindagem
72) Professor Luizinho e o Cohiba nas festas do Gran Bittar
73) Madeireiras do Pará, corrupção no IBMA e a Senadora Ana Júlia
74) Greenhalg, caso celso Daniel, caso Lubeca, indenizações milionárias
75) Hugo Werle e a madeira do MT
76) Roberto Marques, amigo do Zé Dirceu
77) Silvinho e o Land Rover
78) Genoíno
79) Najun Turner
80) Caso dos vampiros da saúde (Humberto Costa)
81) Outdoors da Ideli Salvatti em SC
82) Henrique Pizzolato
83) Luiz Gonzaga da Silva (Gegê), acusado de homicídio
84) Ivan Guimarães e o Banco Popular
85) Estrela vermelha nos jardins do Alvorada
86) morte por fome dos indiozinhos de Dourados (MS)
87) Festa com dinheiro público para comemorar a expulsão da Heloisa Helena
88) compra do apê da ex-esposa do Dirceu
89) intervenção ilegal na Saúde do RJ
90) os 300.000 dos advogados do Delúbio e os honorários do Aristides Junqueira
91) medalha Rio Branco para o Severino
92) suspensão dos benefícios dos velhinhos acima de 80 pelo Berzoini
93) Dinheiro para a transoceânica no Peru e corte de verbas do Rodoanel de SP
94) superfaturamento de contratos de patrocínio do esporte pelo BB95 caixa 2 de Tocantins e Márcia Barbosa
96) uso indevido da CIDE dos combustíveis
97) compra de votos no 1o turno da eleição para presidente do PT
98) propina de Taiwan para a campanha do Lula
99) Compra do PL e José Alencar por 10 milhões no quarto ao lado do Lula.
100) Joias \\\\\\\"presenteadas\\\\\\\" a D. Mariza Letícia
101) Paloccigate:Ministro Palocci x Caseiro
102) Ministro da Justiça Thomas Bastos em cumplicidade na ilegalidade.
103) Dança da PiTza da Deputada do PT Ângela Guadagnin

Ufa! será que esqueci de algumas?

Segundo informações devem haver muito mais escondidas por detrás de grandes interesses.

Deu no blog do Noblat disse...

quanto Lula melhorou de vida


Do leitor Décio Pizzato, economista:

"Em 2002 Alckmin possuía um patrimônio de R$ R$ 554.458,48.
Na declaração apresentada ao TSE, declarou ter R$ 691.698,99.
Isto representa um crescimento patrimonial em quatro
anos de 24,7%.

O presidente Lula em 2002, quando era apenas candidato,
possuía um patrimônio declarado de R$ 422.949,32. Na
declaração agora apresentada o seu patrimônio é de R$
839.033,52. Em quatro anos houve um crescimento patrimonial
de 98,4%.



Comparando-se os patrimônios, declarados, dos dois candidatos,
verifica-se que em 2002 Alckmin possuía um patrimônio
superior em 31, 1% ao do presidente Lula.



Quatro anos depois ocorre o inverso, o patrimônio do
presidente é superior em 21,3%.

Talvez Geraldo Alckmin não saiba bem administrar o seu
patrimônio por ter estado trabalhando nestes últimos
anos em governar o Estado de São Paulo.

Analisar dados faz com que a política fique interessante".


Enviada por: Ricardo Noblat