sexta-feira, junho 09, 2006

DEMOCRACIA EM PERIGO

A democracia no Brasil corre risco. Por mais que as instituições estejam consolidadas, existe um complô para desestabilização, e os recentes acontecimentos ocorridos no Congresso só reforçam esta certeza. As instituições democráticas vêm sendo solapadas internamente,a partir de quem deveria ser os primeiros a preservá-las,e “externamente” por grupos organizados, que se arvoram em defensores de causas sociais ,mas que estão a serviço de causas políticas e ideológicas. A invasão do Congresso pelo MLST, uma das facções em que se divide o movimento dos trabalhadores rurais, demonstrou o quanto grupos, alimentados não se sabe bem por que recursos, agridem, invadem e matam pessoas e instituições, num claro ataque à democracia, que eles desprezam e chamam de “burguesa”.



O fato é que estes movimentos, por condescendência do governo anterior e por cumplicidade do atual, ganharam força e se transformaram em monstros incontroláveis, dispostos a qualquer tipo de ação para alcançar os seus objetivos. E entre os seus objetivos estão muito mais a revolução social do que as reformas imediatas no campo agrário. Aliás, a origem e os objetivos iniciais de tais movimentos sociais são os mais nobres possível: reivindicar, pressionar, lutar para que a reforma agrária se processe com mais rapidez e eficiência, é uma necessidade num país onde esta questão sempre foi tratada com desprezo ao longo de décadas. Mas os movimentos sociais ganharam contornos partidários e ideológicos, e o que era uma luta por uma distribuição mais justa das terras passou a ser uma luta por uma “sociedade mais justa e igualitária”, eufemismo para socialismo.



Estes movimentos cresceram e foram alimentados pelo apoio explícito do Partido dos Trabalhadores, passando a atuar como braços do partido junto a setores “mobilizados” da população.Ao assumir o poder, o PT não avançou um milímetro sequer além do que já tinha sido feito pelo governo anterior quanto ao assentamento de famílias camponesas, mas , em contrapartida, contribuiu para aumentar a presença política destes movimentos. Ao receber em palácio as principais lideranças destes movimentos, Lula elevou-os a um patamar que nunca haviam alcançado antes, apesar da constância de atos ilegais praticados seguidamente por eles. Sentido-se fortalecidos, e com respaldo do Palácio do Planalto, partiram para a intensificação de ações agressivas. As invasões de terras e de propriedades privadas e públicas tornaram-se mais frequentes, os atos de vandalismo, mais constantes,culminando com a invasão do Congresso nesta última terça- feira. Entre os invasores ,era nítido que poucos pareciam ser realmente trabalhadores rurais. Eram, isto sim, fanáticos militantes de uma causa radical, disfarçados em trabalhadores sem terra.



Mas, como disse no início, as instituições democráticas não sofreram apenas agressões“externas”, como este do MLST.O próprio executivo, ou mais precisamente a Presidência da República e gabinetes anexos, tornou-se o núcleo de uma conspiração contra a democracia, ao patrocinar , ou ser complacente, uma ampla rede de corrupção, fato que envolveu os principais membros do chamado “núcleo duro” do poder : J Dirceu, A Palocci,L Gushiken, além da direção partidária do PT. Mesmo que admitamos, como quer fazer crer muitos governistas,que tal esquema ocorreu fora das vistas do Presidente, é total a sua responsabilidade.,E se ainda não foi submetido a um processo de impeachment,é por culpa da frouxidão da oposição e da alienação política da maioria do povo.O fato é que , de qualquer forma, no atual governo a instituição da Presidência foi enfraquecida e desmoralizada como nunca antes havia acontecido.



Tanto ou até mais que a Presidência, o atual Congresso também fez por onde se desmoralizar, através de seguidas práticas indignas e condenáveis,falcatruas de toda espécie, e total desrespeito à ética pública.Nunca o nível dos parlamentares foi tão baixo quanto o da atual legislatura. Nunca antes, tantos congressistas se envolveram tantos negócios escusos como os de agora, o que faz com que a casa do povo mais pareça um covil de criminosos do que a Casa dos representantes do povo.. Mensaleiros e sanguessugas impunes, presidentes e ex-presidentes da Casa, sob ameaça de cassação ou tomando o caminho da renúncia. Os parlamentares ,especialmente os deputados, atingiram nesta legislatura o cume da desfaçatez, do cinismo ,da hipocrisia, tudo sob o manto da impunidade, simbolizado pela dança tragicômica da deputada petista de SP.Parecem ter feito um acordo para transformar o Congresso num circo de má qualidade.



Não fosse esse quadro descrito, a invasão do Congresso por um bando de vândalos estaria por merecer o repúdio veemente da maioria da população. Infelizmente e até compreensivelmente, tal não ocorreu. Pelo contrário, como já havia acontecido com o advogado do PCC, preso na CPI por dizer algumas verdades aos parlamentares, o ato de barbarismo mereceu o aplauso de parte significativa da população, o que demonstra o baixíssimo nível a que chegou o conceito deste Congresso aos olhos da opinião pública.



Como disse, solapados internamente pelos próprios agentes que deveriam ser os guardiões destas instituições – no caso, o Presidente Lula,os deputados e os senadores – , a democracia está enfraquecida e pronta para sofrer o ataque final de grupos e organizações de esquerda claramente descompromissados com ela,o que pode ensejar a reação de grupos igualmente anti-democráticos de direita. Já assistimos a este filme antes, em preto e branco. Torço para que não venhamos a assisti-lo outra vez, em cores. Daí a grande responsabilidade do eleitor em outubro.

070606

3 comentários:

Democrata falido disse...

Democracia onde???Vc deve estar tendo visões ou embarcou na onda direitista que toma conta do país. Democracia onde? neste país onde a política causa nauseas?A democracia não está em perigo. ela simplesmente NÃO EXISTE

Carlos Dauth disse...

A sua abordagem sob o ponto de vista formal é correta. Na verdade temos em teoria todas as instituições da democracia. Mas a prática é muito diferente.Temos uma política corrompida e um povo marginalizado. Aqui o povo só é importante na época de eleições e depois é esquecido solenemente.Nunca neste país houve uma democracia. no máximo, uma oligarquia.

Povo em Perigo disse...

Soares tá achando ruim que o povo finalmente tomou o Congresso e fez tremer de medo aquela canalha?Eles mereciam muito mais.Quando o povo assumir de verdade as rédeas deste país talvez aí sim vamos ter democracia nesta merda.Democracia de banqueiros e de políticos safados. onde vc viu ameaça a democracia???????????????